Será difícil jogar futebol de novo, diz técnico do Paris St Germain

O técnico do Paris St Germain, Laurent Blanc, disse nesta sexta-feira que será difícil jogar futebol quando seu time visitar o Lorient, pelo Campeonato Francês, no sábado, oito dias depois dos ataques mortais em Paris.

REUTERS

20 de novembro de 2015 | 17h27

Homens-bomba e atiradores atacaram bares, restaurantes, uma sala de shows e o Stade de France em Paris, matando 130 pessoas e ferindo 351, na pior atrocidade na França desde a Segunda Guerra Mundial.

Eventos esportivos foram cancelados na semana passada, mas as atividades normais vão ser retomadas.

"Os jogadores são afetados. Não apenas os do PSG. Temos feito um trabalho psicológico com eles", disse Blanc em entrevista coletiva.

"A vida continua, mas é mais fácil falar do que fazer. Vai ser difícil jogar futebol neste fim de semana, mas temos que fazer isso."

O PSG lidera a tabela de classificação com 35 pontos em 13 jogos, 10 pontos à frente do Olympique de Lyon.

A equipe da capital francesa jogará sem os lesionados Javier Pastore, Marco Verratti e David Luiz, disse Blanc.

(Reportagem de Julien Pretot)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTPSGTECNICOATAQUES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.