Giuseppe Cacace/AFP
Giuseppe Cacace/AFP

Brasileiro brilha, Kashima elimina Chivas e vai enfrentar Real Madrid no Mundial

Serginho, ex-América Mineiro marca o gol da vitória por 3 a 2 que faz time japonês reeditar confronto da semifinal de 2017

Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2018 | 13h38

O Kashima Antlers venceu o Chivas Guadalajara por 3 a 2, em partida pelas quartas de final do Mundial de Clubes, no estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain, nos Emirados Árabes. O time japonês vai reeditar com o Real Madrid o duelo da final da competição de 2016. Na ocasião, o Kashima foi derrotado por 4 a 2.

Em sua primeira participação no Mundial, o Chivas dominou o primeiro tempo. Aos três minutos de bola rolando quando o Chivas abriu o placar com gol de cabeça do atacante Zaldívar dentro da área, sem defesa para Sun-Tae Kwoun. Com 53% de bola, o Chivas buscava o segundo gol e tentativas não faltaram. Zaldívar teve chance de marcar o segundo em um chute forte dentro da área, mas Sun Tae fez bela defesa, e Pineda ainda acertou o travessão.

Enquanto os japoneses buscavam a virada, a torcida do Kashima cantava alto e empurrava durante todo o jogo. O time japonês voltou melhor na segunda etapa e aos 3 minutos, Serginho, revelado pelo Santos e com passagem pelo América Mineiro, dominou no meio de campo, deu belo passe para Doi, que cruzou para Nagaki deixar tudo igual em Al Ain.

Aos 22 do segundo tempo, Doi foi derrubado na área por Marín, e árbitro apontou pênalti para o Kashima. O brasileiro Serginho cobrou e marcou o segundo gol do time japonês

Abe, que entrou no lugar de Leandro, fez o terceiro gol. O jovem de 19 anos recebeu de dentro da área, dominou e fez um golaço. Nos acréscimos, Yamamoto derrubou Pereira na área e, com o auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti para o Chivas. Pulido cobrou a penalidade, Sun-Tae defendeu, mas próprio Pulido marcou no rebote.

Ídolo do Kashima, Zico é dirigente do clube e acompanhou o jogo nas tribunas do estádio. O ex-jogador foi homenageado, tendo seu rosto marcado em bandeira da torcida. Com a vitória, a equipe japonesa garantiu classificação para enfrentar Real Madrid, atual campeão da Liga dos Campeões da Europa, na quarta-feira, às 14h30.

FICHA TÉCNICA

KASHIMA ANTLERS 3 X 2 CHIVAS 

KASHIMA ANTLERS - Kwoun Sun-Tae; Uchida, Shoji, Jung Seung-Hyun e Yamamoto; Nagaki, Léo Silva, Endo (Daigo) e Leandro (Abe); Doi (Anzai) e Serginho. Técnico: Go Oiwa.

CHIVAS - Gudiño; Van Rankin, Pereira, Marín e Ponce; Pineda (Godinez), Pérez, Brizuela e López (Sandoval); Pulido e Zaldívar. Técnico: José Cardozo.

GOLS - Zaldivar, aos 2 minutos do primeiro tempo, e Pulido, aos 48 minutos do segundo tempo; Nagaki, aos três minutos, Serginho, aos 24, e Abe, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Leandro, Abe, Jung, Pereira e Pérez.

ÁRBITRO - Bamlak Tessema (Fifa/Etiópia).

LOCAL - Hazza Bin Zayed Stadium, em Al Ain, nos Emirados Árabes Unidos.

 

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
    • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
    • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
    • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
    • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.