Serginho desfalca Atlético-MG e pode ter de ser operado

O volante Serginho virou mais um problema para o técnico Celso Roth no Atlético-MG. Nesta terça-feira, o jogador teve confirmada uma lesão no joelho direito, o mesmo que o deixou longe dos gramados por oito meses. Em exame realizado na articulação, foi constatado um estiramento no ligamento cruzado anterior. Por isso, ainda não está descartada a possibilidade de uma nova cirurgia.

AE, Agencia Estado

18 de agosto de 2009 | 22h15

No ano passado, Serginho rompeu os ligamentos do joelho e teve de ser operado. Em junho deste ano, ele voltou a jogar e logo reconquistou a condição de titular e a confiança do treinador. Na última quarta-feira, ele voltou a se machucar no empate por 1 a 1 com o Palmeiras, no Mineirão. Desta vez, porém, ao menos não houve rompimento dos ligamentos.

A previsão do departamento médico do Atlético é de que Serginho fique ao menos um mês e meio sem jogar. Ele permanecerá fazendo fisioterapia, numa tentativa mais tradicional de recuperar o joelho afetado. Se o tratamento não surtir o efeito desejado, o volante terá de operado novamente e vira desfalque certo até o fim do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.