Serginho pode ganhar lugar de Júnior

São Paulo, 9 (AE) - O Cruzeiro procurou o empresário Oliveira Júnior para tentar a contratação do lateral Júnior, que tem contrato com o São Paulo até junho do ano que vem. A saída de Júnior facilitaria a vinda de Serginho, que está no Milan.Em agosto, quando Cuca ainda era o treinador, Serginho acertou sua volta para janeiro. Receberia R$ 120 mil mensais. Leão, entretanto, mostrou-se contrário ao negócio. "Não podemos ter duas estrelas para uma mesma camisa. E já temos o Júnior para a lateral, além do Fábio Santos, a quem pretendo dar mais chances", justificou.Sem Júnior, tudo se acertaria. Os quatro interessados lucrariam: 1) A diretoria: teria confirmada a vinda de Serginho, um jogador que deixou imagem muito boa no clube. E cumpriria o que acertou com o jogador em agosto. 2) Serginho: o jogador foi o primeiro a ser procurado pelo Cruzeiro. Recusou a oferta. Ele quer jogar no São Paulo e tem como segunda opção algum clube paulista. O Corinthians o quer. Em último caso, Serginho aceitaria jogar em algum clube do Rio. 3) Júnior: a saída para um grande time é ótima solução. Apesar de não passar recibo e evitar discussões com Leão, Júnior está irritado com a reserva e assustado com seu futuro no time.Magoado por não ter ficado nem no banco de reservas na partida contra o Vitória, Júnior se preocupa com as declarações de Leão, que se coloca constantemente como treinador que se sente realizado em revelar jogadores. Ele, que lançou Diego e Robinho, já encostou César Sampaio e o próprio Júnior em prol de Alê e Fábio Santos. Com 31 anos, o título de campeão mundial no currículo e muita vontade de voltar à Seleção, Júnior sabe que não tem tempo a perder. Tem ouvido amigos que o lembram que Leão não vacilou na hora de aposentar Dunga, no Inter, e Taffarel, no Atlético-MG. Ambos campeões mundiais em 1994. Entre ser reserva de Fábio Santos e titular no Cruzeiro, Júnior não teria dúvidas em mudar-se para Belo Horizonte.4)Leão: o treinador do São Paulo começa a repensar seus conceitos e acena com a possibilidade de manter o esquema com três zagueiros para 2005. Rodrigo, Lugano e Edcarlos o agradam muito. Para isso, precisa contar com dois alas que imprimam velocidade à saída de bola.Concorde - Em resumo, quer um Cicinho para a lateral-esquerda. E Júnior, apesar de muito técnico, não é esse tipo de jogador. Ele prende a bola e faz bons cruzamentos, ao contrário de Serginho, que tem uma passagem bem rápida pela lateral. Chega à linha de fundo com muita força. Por isso, os italianos o apelidaram de ?Concorde?.Ao trocar Júnior por Serginho, Leão evitaria uma trombada com a diretoria, que gosta do lateral do Milan e vetou a vinda de Léo, o lateral preferido de Leão.Léo seria o único a não fazer parte da equação. A diretoria do São Paulo sentiu-se usada por ele no início do ano. Houve negociações e Léo teria usado isso para conseguir um aumento no Santos. Agora, negocia para renovar o contrato que termina em dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.