Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Sergio Ramos volta a treinar e Real deve ter força máxima contra o Grêmio

Zagueiro e capitão do time merengue não atuou diante do Al Jazira em recuperação de uma lesão na coxa

Estadão Conteúdo

14 de dezembro de 2017 | 17h14

Um dia depois da vitória sobre o Al Jazira, o Real Madrid já iniciou nesta quinta-feira os trabalhos de olho na decisão do Mundial de Clubes contra o Grêmio. O duelo está marcado para acontecer no próximo sábado, às 15 horas (de Brasília), em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

+ Zidane elogia Grêmio e prevê jogo difícil na final do Mundial de Clubes

A delegação do time espanhol está concentrada na New York University, na cidade da decisão. O técnico Zinedine Zidane teve todo o elenco à disposição. A principal novidade foi a presença do zagueiro Sergio Ramos, que ficou de fora da semifinal por conta de um incômodo na coxa.

Os titulares que começaram a semifinal contra o Al Jazira fizeram uma atividade de recuperação na academia. O restante do elenco trabalhou com mais intensidade no gramado, realizando exercícios táticos e técnicos.

O Real Madrid sofreu para ir à decisão do Mundial de Clubes e precisou virar a partida contra o Al Jazira. Depois de sair atrás do marcador graças a um gol de Romarinho, o time espanhol virou com Cristiano Ronaldo e Bale. Vale ressaltar que Zidane mandou a campo um time misto. Além de Sergio Ramos, ele também poupou Carvajal e Toni Kroos.

A tendência é que Zidane consiga mandar a campo força máxima para o duelo contra o Grêmio. O time deve iniciar a partida com: Keylor Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Modric, Kroos e Isco; Benzema e Cristiano Ronaldo.

O Real Madrid vai em busca do quinto título em seis torneios disputados no ano. Em 2017, o tradicional clube venceu o Campeonato Espanhol, a Liga dos Campeões da Europa e as Supercopas da Espanha e da Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.