Sérgio Soares critica árbitro após revés do Atlético-PR

A equipe perdeu por 2 a 1 para o Grêmio e o técnico reclarou do prênalti marcado para a equipe gaúcha

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 10h32

O técnico Sérgio Soares criticou a arbitragem de Sálvio Spínola Filho, da Fifa, após a derrota do Atlético Paranaense para o Grêmio, rival direto na briga por uma vaga na Libertadores, na noite de sábado, no Olímpico. Para o treinador, o juiz errou ao marcar o pênalti que gerou o segundo gol dos donos da casa, quando o placar estava empatado em 1 a 1.

"É ruim você ficar falando toda hora de arbitragem, mas no jogo de hoje realmente o Sálvio não apitou como se deveria apitar um jogo. Pra mim, ele errou duas vezes. Primeiro, porque deu um pênalti que não foi e, segundo, porque não escutou o bandeira [Vicente Romano Neto] dizendo que não havia ocorrido a penalidade", reclamou.

"Foi um jogo em que o Grêmio foi melhor durante os doze minutos do primeiro tempo. A partir daí, o jogo passou a ser igual. Nós tivemos chances, e o Grêmio teve chances também. E quando jogo estava igual, houve uma interferência do árbitro no pênalti que não foi", avaliou o técnico do Atlético.

Soares terá problemas para escalar o Atlético na próxima rodada. Chico, Paulo Baier e Rhodolfo receberam o terceiro cartão amarelo no sábado e serão desfalques certos para o jogo contra o Ceará, no Castelão. "Vamos pensar ainda no que vamos fazer para a próxima partida. Temos que valorizar aqueles que vão entrar, para que possamos continuar a buscar essa vaga na Libertadores. Vamos para um jogo difícil lá em Fortaleza, e quem for entrar tem que mostrar por que faz parte do elenco do Atlético", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.