Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

'Seria um sonho fazer gol no clássico', diz Centurión no São Paulo

Atacante argentino diz que Corinthians é o maior rival do clube

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

06 de agosto de 2015 | 13h08

Há menos de um ano no São Paulo, o argentino Centurión já demonstrou ter incorporado o clima de rivalidade existente no futebol paulista às vésperas de um clássico. Nesta quinta-feira, o jogador afirmou que considera o Corinthians como maior rival do clube e disse que seria um sonho poder marcar um gol no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro, no Morumbi.

"Creio que, do tempo que estou aqui, o Corinthians é o nosso maior rival", comentou o argentino. Centurión deve ser titular na partida, já que Alexandre Pato está fora por questões contratuais e Luis Fabiano pode não atuar para ter que cumprir suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por desrespeitar o árbitro Andre Luiz Castro durante derrota para o Sport.

Centurión comparou a rivalidade com o Corinthians à vivenciada por ele nos tempos de futebol argentino no Racing, quando enfrentava o Independiente. "A defesa do Corinthians é muito boa. Da metade para frente eles também jogam bem. Mas temos as nossas armas e nosso jogo. Seria um sonho fazer um gol no domingo", comentou o atacante, que pode fazer dupla com o estreante Wilder Guisao no clássico.

O argentino provocou o Corinthians no dia seguinte ao último encontro entre as equipes. Em abril, o São Paulo fez 2 a 0 no rival pela fase de grupos da Copa Libertadores, Morumbi, e Centurión escreveu após a vitória: "Ficou demonstrado quem é o maior de São Paulo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.