Série B: 17 ainda brigam por 7 vagas

Restando três rodadas para o término da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série B, apenas o Santa Cruz garantiu matematicamente a classificação entre os oito melhores. Mais 17 times brigam pelas sete vagas restantes e os oito melhores serão conhecidos no dia 10 de setembro, quando será disputada a última rodada. Três paulistas aparecem, segundo o matemático, Tristão Garcia, com boas oportunidades, virtualmente assegurados: Marília, Santo André e Portuguesa. A equipe com maior possibilidade de estar entre os oito melhores é o Grêmio, que está na vice-liderança, com 32 pontos e tem 99% de chances. O Santo André, apesar de estar na quarta posição, com 31 pontos, é o time paulista com maior percentual, próximo a 99%, mais do que o Marília que, na terceira colocação, também com 31 pontos, aparece com 97% de chances. A Portuguesa, quinta colocada, com 30 pontos, tem 87%. Abaixo destes, ainda dentro da zona de classificação, nas sexta, sétima e oitava posições aparecem, respectivamente, o Avaí, com 29 pontos, tem 77% de chances de passar à outra fase; o Vila Nova tem 62% e o Náutico 58%. Das equipes que ainda lutam para entrar no seleto grupo, Vitória e Guarani são os que aparecem com melhores oportunidades. Ambos têm 26 pontos. O time de Campinas tem 41% de chances. O Ituano, com 24 pontos, tem uma pequena chance de 13%. Brigam ainda por uma vaga, mas remotíssimas: Sport, CRB, Ceará, Bahia, Gama, São Raimundo e Paulista. O time de Jundiaí apesar de estar na zona de rebaixamento, com 22 pontos, tem 1% de chance de classificar-se. Tirando os oito times que ocupam as oito primeiras colocações do Campeonato Brasileiro da Série B, os outros ainda não afastaram a preocupação com a possibilidade de serem rebaixados para a Série C do próximo ano. Seis times vão cair. Entre os paulistas, o União Barbarense é o que está em situação mais delicada, na 20.ª posição, com 20 pontos, com 86% de chances de cair. Na verdade, de voltar para a Série C, onde sagrou-se campeão ano passado. O Paulista está na 18.ª colocação, com 22 pontos e tem 51% de chances de ser rebaixado. Caxias e Criciúma, na última e penúltima colocação, respectivamente, com 16 pontos cada, estão praticamente rebaixados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.