Série B: rodada decisiva com duas brigas

Depois de cinco meses, acaba neste sábado a primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série B. A rodada será às 16 horas, com 12 jogos, mas na verdade há duas brigas. Uma delas pelas três vagas restantes na segunda fase, na qual envolve seis clubes. A outra na luta para fugir do rebaixamento, drama vivido por Gama e Caxias, uma vez que o União São João já está rebaixado para a Série C em 2004. A competição chega na última rodada com cinco classificados: Palmeiras, Botafogo-RJ, Brasiliense, Remo e Santa Cruz. As três vagas restantes para a fase final serão disputadas entre Marília, Sport, Náutico, Paulista, Portuguesa e América-RN. Este último dependerá de um julgamento, na semana que vem, quando poderá ganhar três pontos da Anapolina, pela escalação irregular de Babau. Se não vencer nos tribunais, o time potiguar perde as chances de classificar. A segunda fase terá oito clubes divididos em dois grupos de quatro. De um lado, o 1º colocado, 4º, 5º e 8º. De outro, 2º, 3º, 6º e 7º colocado. Os times vão se enfrentar, em dois turnos, classificando-se para a terceira fase os dois primeiros colocados de cada grupo. A fase final, com quatro times, será também disputada em dois turnos. Campeão e vice vão garantir o acesso à elite do futebol brasileiro em 2004. Chances - Precisando vencer para se classificar sem depender de ninguém, o Sport jogará contra a Portuguesa, concorrente direto pela classificação, no Estádio da Ilha do Retiro, no Recife. Caso o Leão da Ilha, sétimo, com 34 pontos, empate, precisará torcer por tropeços de Náutico ou Paulista. A situação do Náutico não é nada fácil, porque terá que enfrentar o vice-líder Botafogo-RJ (41 pontos), no Estádio Caio Martins, em Niterói. Um fato que pode animar o time pernambucano é o fato de que os cariocas podem entrar em campo com umtime misto. Para garantir a vaga, o Timbu (8º, com 32 pontos) só precisa vencer, mas caso empate ou perca precisa torcer por tropeços de Paulista e Portuguesa. O Botafogo já classificado em segundo, joga por uma chance mínima de terminar em primeiro lugar (há uma diferença de oito gols no saldo - 28 a 20). Em situação mais confortável, o Marília enfrentará o Ceará, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, jogando pelo empate para se classificar. O MAC ocupa a sexta colocação, com 35 pontos, e, em caso de derrota, torcerá contra Sport, Náutico e Paulista. O Ceará (12º, com 29 pontos) não tem mais chances de passar à outra fase. Finalizando com os times que brigam por vaga, o Paulista jogará contra o União São João, no Estádio Hermínio Ometto, em Araras, em busca da vitória. O Paulista (9º colocado, com 32) precisa vencer e torcer derrota do Marília ou tropeços de Sport e Náutico. Se empatar, terá de torcer por derrotas do Náutico e Portuguesa. O rebaixado União (lanterna, com 16) só cumpre tabela. Briga em baixo - Na outra ponta da tabela, o Gama só pensa em vitória contra o América-RN, no Estádio Bezerrão, em Gama. O time candango (penúltimo, com 18) precisa vencer e torcer por uma derrota do Caxias. Enquanto isso, o América (15º, com 27) até sonha com a classificação, mas precisaria vencer, torcer por um tropeço da Portuguesa e derrotas do Náutico e Paulista, além de vencer no STJD. O Caxias enfrentará o Mogi Mirim, no Estádio Wilson Fernandes de Barros, em Mogi, precisando de um empate para se garantir na Série de 2004. O time gaúcho (22º, com 21) também poderá até perder, caso o Gama não vença o América-RN. O Mogi (18º, com 26), embora só cumpra tabela, ganhou um incentivo para vencer: a mala preta candanga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.