Série B tem clássico paulista no ABC

Santo André e Paulista mostram suas forças a partir deste sábado no confronto de estréia pelo Campeonato Brasileiro da Série B, no Estádio Bruno José Daniel, às 16 horas, no ABC. O time da casa, que está reformulado com a saída de vários jogadores vai receber o vice-campeão paulista, que também perdeu algumas peças importantes. Os técnicos também definiram a permanência no comando de seus times. O Santo André conquistou o vice-campeonato da Série C do Brasileiro em 2003, realizou um bom Campeonato Paulista, perdendo a vaga para as quartas-de-final na última rodada. O time segue bem na Copa do Brasil. Já eliminou o Novorizonte-GO, o Atlético-MG e empatou em 1 a 1 a primeira partida das oitavas-de-final contra o Guarani, em Campinas. Pode definir uma vaga, na próxima fase, em casa. Esse desempenho provocou um assédio por parte de outros clubes e vários jogadores deixaram o elenco. Saíram o volante Cléber Gaúcho, os meias Fumagalli e Vander, os laterais Alexandre e Cláudio e os atacantes Edmílson, Fábio Reis e Jean Carlo. Por esse motivo, é que o técnico Luiz Carlos Ferreira, que renovou seu contrato, está encontrando dificuldades para armar o time que enfrenta o Paulista. O problema está na defesa e no ataque. "O time mudou muito e a gente precisa observar e testar outros jogadores. A dúvida é natural, mas temos um elenco bom para colocar em campo", destacou o treinador. No meio da defesa, Ferreira pode escalar Valdir ou Alex fazendo dupla com Gabriel ou Dedimar, que seria deslocado da lateral-direita. Em seu lugar, o treinador poderia optar por Da Guia. No ataque, Ferreira não sabe ainda se escalará Barbieri ou Makanaki e Osmar ou Anderson Careca. O time treinou na manhã desta sexta-feira e iniciou a concentração para a partida. Sem o goleiro Márcio, o volante Alemão, o meia Aílton e o atacante Izaías, o Paulista vai entrar em campo com o time base que disputou e conquistou o vice-campeonato paulista. O meia Canindé, destaque do time na campanha do Paulistão, continua em Jundiaí. A transferência para o Paraná não se confirmou. O técnico Zetti também continua no clube. Ele, entretanto, não encontrou dificuldades para definir os nomes dos jogadores que vão enfrentar o Santo André. O goleiro Rafael Bracali, que era titular até o jogo contra a Ponte Preta pelas quartas-de-final, volta a ocupar a vaga no lugar de Márcio, que retornou ao São Paulo. Também voltou ao Morumbi o meia Aílton. O ex-sãopaulino Fábio Mello é quem vai substituir o jogador no meio-campo. Para a vaga deixada por Alemão, que foi para o Paysandu, está reassumindo a condição de titular o volante Amaral. O jogador se contundiu durante o Campeonato Paulista e perdeu a posição. No ataque, Davi fica com a vaga de Izaías, que se transferiu para o Figueirense. O meia Canindé ainda é dúvida para partida. Ele sente dores musculares nas pernas e pode desfalcar o time. Em seu lugar, pode entrar Thiago Almeida. O técnico Zetti diz que apesar das mudanças, a mentalidade dos que entram é a mesma. "Estamos trabalhando com esse grupo e o time não vai perder com a entrada de outros jogadores. Eles já sabem qual é a filosofia", destaca Zetti. No período da tarde desta sexta-feira, o time fez um treino recreativo e iniciou concentração. A viagem para Santo André acontece logo após o almoço, neste sábado.

Agencia Estado,

23 de abril de 2004 | 18h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.