Sertãozinho reclama de atuações dos auxiliares no Paulista

Auxiliares são auxiliares e árbitros são árbitros. Esta é a peculiar lógica utilizada pelo presidente do Sertãozinho, Antônio Aparecido Savenagno, que tem se sentido prejudicado pelos donos do apito na primeira participação de seu clube na elite do Campeonato Paulista."Os bandeiras (auxiliares) estão querendo mandar nos jogos?, reclama o cartola, que vê seu time na penúltima posição, com dois pontos. A reclamação contra os juízes de linha fez com que ele mantivesse a confiança no técnico Nenê Belarmino, que fica no cargo para o jogo contra o Guaratinguetá, e espera que os atacantes ?acertem o pé?.PaulistaO elenco treinou na tarde desta segunda-feira e iniciou um período de uma semana fora de Jundiaí com a viagem para Marília, onde enfrenta o time da casa, na quarta-feira. Depois, os jogadores seguem direto para Rio Preto, local do jogo de domingo, contra o América.MaríliaO veterano atacante Basílio pode desfalcar novamente o time contra o Paulista. Ele participou de parte do jogo de sábado, o empate sem gols com o São Caetano, e voltou a sentir dores na coxa direita. Com isso, Frontini pode recuperar seu lugar no time.ItuanoO meia Têti, de 28 anos, é o novo reforço do Ituano. Ele estava na Cabofriense e trabalhou no ano passado com o técnico Ademir Fonseca, no Paysandu. Ele pode estrear já nesta quarta-feira, em Itu, diante do Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.