Sérvia pagará 300 mil euros para cada jogador por título

O primeiro ministro da Sérvia e Montenegro, Vojislav Kostunica, surpreendeu ao declarar que cada jogador receberá a quantia de 300 mil euros (cerca de R$ 830 mil) caso o país conquiste a Copa do Mundo da Alemanha, que acontece entre os dias 9 de junho e 9 de julho. O anúncio foi realizado, nesta sexta-feira, durante uma visita do selecionado local ao político, em Belgrado. "Quero que vocês façam o máximo possível na Alemanha. Temos qualidade para chegarmos longe", disse Kostunica aos jogadores. Durante o encontro, o treinador da seleção servo-montenegrina, Ilija Petkovic, entregou a Kostunica uma camisa da equipe com o número 10 e o nome do ministro estampado nas costas. Ele também ganhou uma bola autografada por todos os 23 convocados. Ele também ganhou uma bola autografada por todos os 23 convocados. Os atletas da seleção do leste europeu já haviam ganho a mesma quantia de 300 mil euros ao conseguirem uma vaga no Mundial de 2006. A Sérvia e Montenegro terminou na primeira colocação do Grupo 7 das Eliminatórias Européias de forma invicta - o país venceu seis jogos e empatou quatro. Estreante em Copa do Mundo, a Sérvia e Montenegro fará o seu primeiro jogo na competição contra a Holanda, no dia 11 de junho, em Leipzig, pelo Grupo C. Os outros países da chave são Argentina e Costa do Marfim. O valor prometido aos servo-montenegrinos é superior a premiação que o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, pretende pagar aos jogadores brasileiros caso conquistem o hexa. Apesar de não revelar as cifras, o mandatário da entidade já antecipou que a premiação será maior que o da Copa de 2002, quando o cada pentacampeão embolsou R$ 200 mil.

Agencia Estado,

26 Maio 2006 | 15h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.