Júlio Muñoz / EFE
Júlio Muñoz / EFE

Sevilla bate Mallorca e fica perto de vaga na Liga dos Campeões

Time da Andaluzia precisa de apenas um ponto nas duas últimas rodadas para garantir a classificação à competição continental

Redação, Estadão Conteúdo

12 de julho de 2020 | 20h24

O Sevilla se aproximou da vaga na Liga dos Campeões neste domingo, ao superar o Mallorca por 2 a 0, em seu estádio, pela 36ª rodada do Campeonato Espanhol. Com o resultado, o time de Sevilha ficou a apenas um ponto de sacramentar a classificação para a principal competição de clubes do continente europeu.

Somando 66 pontos, alcançou o Atlético de Madrid, atual terceiro colocado da tabela. Se obtiver ao menos um empate em uma das duas últimas rodadas do Espanhol, o Sevilla acaba com a ameaça do Villarreal, dono do quinto posto, com 57 pontos. Na competição nacional, apenas os quatro primeiros ganham vaga na Liga dos Campeões.

O Mallorca, por sua vez, ficou mais próximo do rebaixamento. O time está no 19º e penúltimo lugar da tabela, com 32 pontos.

Neste domingo, o Sevilla contou com um gol em cada tempo, sempre nos minutos finais. Na etapa inicial, o argentino Lucas Ocampos abriu o placar aos 41, em cobrança de penalidade anotada após intervenção do árbitro de vídeo (VAR). No segundo tempo, o marroquino Youssef En-Nesyri mandou para as redes aos 39.

Em outro jogo envolvendo clube tradicional do Espanhol, o Valencia foi batido pelo Leganés por 1 a 0, fora de casa. Ruben Perez marcou o único gol da partida, de pênalti, aos 18 miuntos de jogo. O Valencia é o nono colocado, com 50 pontos, ainda com chances de buscar vaga na Liga Europa.

Lanterna do campeonato, o Espanyol sofreu mais uma derrota. Desta vez, foi superado pelo Eibar por 2 a 0. Estacionado nos 24 pontos, o time já teve o rebaixamento decretado. Em outra partida deste domingo, o Athletic Bilbao bateu o Levante por 2 a 1, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.