Sevilla e Fenerbahçe lutam por vaga nas quartas da Liga

Equipes contam com legião de jogadores brasileiros para lutarem pelo título da competição

EFE

03 de março de 2008 | 19h47

Uma legião de jogadores brasileiros entra em campo nesta terça-feira no estádio Ramón Sanchez Pizjuán, às 16h45 de Brasília, para jogar a partida de volta entre Sevilla, da Espanha, e Fenerbahçe, da Turquia, válida pelas oitavas-de-final da Liga dos Campeões.Pelo lado do Fenerbahçe, Alex, Edu Dracena, Deivid, além do brasileiros naturalizados turcos Marco Aurélio e Vederson - que mudaram seus nomes para Mehmet Aurélio e Gökcek Vederson, respectivamente - e do uruguaio Lugano, que jogou pelo São Paulo, estarão à disposição do craque Zico, atual técnico do time. O veterano Roberto Carlos, com lesão na perna, está fora do jogo contra o time espanhol.No Sevilla, Luis Fabiano, Daniel Alves, Renato e Adriano Correia tentarão ajudar o time espanhol a reverter a derrota de 3 a 2 sofrida no jogo de ida, em Istambul.Zico afirmou nesta segunda-feira que ele e o elenco da equipe turca estão preocupados com a partida. "Não temo o ambiente e sim o adversário, que é a melhor equipe do mundo e vem conseguindo diversas conquistas", declarou o técnico sobre os espanhóis.No jogo de terça-feira, o treinador brasileiro deve usar a mesma escalação que venceu o jogo de ida na Turquia, com exceção de Roberto Carlos. "Ele seria fundamental numa partida como esta, mas uma lesão faz parte do futebol", lamentou o técnico.Mesmo com a vantagem obtida em Istambul, Zico não privilegiará um esquema defensivo de jogo. Em entrevista coletiva concedida em Sevilha, o Galinho de Quintino disse saber que seu time deve estar atento à defesa, mas que confia no talento de seus jogadores e que espera deles uma "grande performance" nesta terça-feira.O treinador do Sevilla, Manolo Jiménez, afirmou hoje que sua equipe terá que se esforçar mais para garantir sua classificação para as quartas-de-final da Liga dos Campeões. Para ele, "se o resultado estivesse equilibrado", seu time seria o favorito.  Jiménez alertou para os "pequenos erros que provocam gols evitáveis", algo que deseja que não ocorra nesta terça-feira. O técnico do Sevilla disse que o adversário tem um conjunto muito forte, destacando a ausência de Roberto Carlos, cujas "experiência, liderança e toque de bola" poderiam fazer a diferença a favor do time turco.Fora de campo, o clima para o embate entre Fenerbahçe e Sevilla se tornou tenso após a detenção de um jornalista turco no aeroporto da cidade espanhola, o qual não teria atendido aos controles de segurança do local nem às indicações dadas pelos policiais para que cumprisse as normas estabelecidas.O jornalista teve seus dados pessoais recolhidos e foi liberado poucas horas depois, mas a Polícia espanhola pediu para que sua credencial para cobrir a partida de terça-feira seja suspensa. SEVILLA X FENERBAHÇESevilla: Palop; Daniel Alves, Lolo, Mosquera, Crespo; Jesús Navas, Poulsen, Keita e Duda; Kanouté e Luis Fabiano (Koné). Técnico: Manolo Jiménez.Fenerbahçe: Demirel; Gönül, Lugano, Edu Dracena e Vederson; Sahin, Mehmet Aurélio, Boral e Alex; Kezman e Deivid. Técnico: Zico.Árbitro: Massimo Busacca (SUI), auxiliado por seus compatriotas Matthias Arnet e Stéphane CuhatEstádio: Sanchez Pizjuán, em Sevilla, na Espanha

Tudo o que sabemos sobre:
Liga dos Campeões da Uefa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.