Cristina Quicler / AFP
Cristina Quicler / AFP

Sevilla revela que técnico Eduardo Berizzo tem tumor maligno

Treinador de 48 anos é diagnosticado com câncer de próstata

Estadão Conteúdo

22 Novembro 2017 | 09h22

Um dia após o Sevilla arrancar empate heroico na Liga dos Campeões, a diretoria do clube espanhol revelou nesta quarta-feira que o técnico Eduardo Berizzo foi diagnosticado com um tumor maligno na próstata. O treinador argentino, que substituiu Jorge Sampaoli na equipe, tem 48 anos.

+ Com 2 de Firmino, Liverpool abre 3 a 0, mas cede empate ao Sevilla

+ Veja a classificação do Campeonato Espanhol

O Sevilla não deu detalhes sobre as condições físicas de Berizzo. Segundo o clube, o técnico fará mais exames para descobrir o tratamento mais adequado para o caso. Também não foi informado se ele será submetido a cirurgia. O clube tampouco comentou se o problema de saúde afetará o trabalho do treinador pelos próximos dias.

A condição do treinador foi confirmada nesta quarta após rumores se espalharem pela imprensa na terça, logo após o empate por 3 a 3 com o Liverpool, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. O empate heroico - o time inglês vencia por 3 a 0 desde os 30 minutos do primeiro tempo, mas o Sevilla empatou aos 47 do segundo - reforçou o lema informal do clube: "Nunca desista".

"Você está no melhor lugar do mundo para não desistir", disse o ex-diretor esportivo do Sevilla, Ramon "Monchi" Rodriguez, a Berizzo. "Onde você está agora, eles nunca desistem", reforçou o dirigente, que hoje atua na Roma.

No comunicado onde informou sobre a saúde do treinador, o Sevilla desejou rápida recuperação. "O Sevilla FC quer mostrar seu máximo apoio ao seu treinador nestes momentos e desejar-lhe uma pronta recuperação", declarou o clube espanhol.

Berizzo chegou ao Sevilla em junho deste ano para substituir Sampaoli, que foi treinar a seleção da Argentina. Ele vinha de três temporadas no comando do Celta de Vigo. Sob o seu comando, a modesta equipe espanhola foi até a semifinal da Liga Europa e disputou outras duas semis na Copa do Rei.

Mais conteúdo sobre:
futebol Sevilla Fútbol Club

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.