Raúl Caro Cadenas / EFE
Raúl Caro Cadenas / EFE

Sevilla só empata com o Athletic Bilbao na retomada do Espanhol

Equipe da Andaluzia pode ver líderes Real Madrid e Barcelona se distanciarem no complemento da rodada

Redação, Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2020 | 20h22

O Sevilla decepcionou na retomada do Campeonato Espanhol após a pausa em função do inverno europeu e das festas de fim de ano. Nesta sexta-feira, em partida válida pela 19ª rodada, não foi além do empate por 1 a 1 com o Athletic Bilbao, mesmo atuando no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, perdendo a chance de pressionar os líderes.

A igualdade deixou o Sevilla com 35 pontos, na terceira colocação, a dois do segundo colocado Real Madrid e a quatro do Barcelona. Já o Athletic Bilbao chegou aos 29 pontos, na sétima posição, condição que pode perder no complemento da rodada.

Atuando em casa, o Sevilla teve os brasileiros Diego Carlos e Fernando como titulares, mas acabou sendo vazado logo aos 15 minutos do primeiro tempo, quando Ander Capa colocou o Bilbao em vantagem. A igualdade no placar veio apenas graças a um gol contra, de Unai Núñez, aos 15 minutos da etapa final. Assim, o Bilbao empatou a terceira partida consecutiva pelo Espanhol.

O outro jogo do dia também terminou com o placar igual. Em um duelo com três gols marcados em menos de 15 minutos, o Valladolid empatou com o Leganés por 2 a 2, no Nuevo José Zorrilla. O turco Enes Unal fez os gols do Valladolid, que foi vazado pelo dinamarquês Martin Braithwaite e por Roque Mesa. O Valladolid é o 14º colocado do Espanhol, com 21 pontos, enquanto o Leganés está na vice-lanterna, com 14.

Neste sábado, o Barcelona vai visitar o lanterna Esspanyol, enquanto o Real enfrentará o Getafe, também fora de casa. O quarto colocado Atlético de Madrid receberá o Levante e igualará a pontuação do Sevilla em caso de vitória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.