Paulo Pinto / São Paulo
Paulo Pinto / São Paulo

Sexteto volta de empréstimo ao São Paulo, mas não será utilizado

Atacantes Tréllez, Léo Natel e Paulinho Boia, meias Everton Felipe e Jonatan Gómez e volante Araruna buscam destino para 2020

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2020 | 04h30

Seis jogadores voltam ao São Paulo neste início de temporada, mas não serão utilizados pelo técnico Fernando Diniz. Os atacantes Tréllez, Léo Natel e Paulinho Boia, os meias Everton Felipe e Jonatan Gómez e o volante Araruna estavam emprestados até 2019, ainda têm contrato com o clube tricolor e buscam destino para 2020.

O sexteto foi liberado da reapresentação do elenco na manhã da última quarta-feira, no CT da Barra Funda, porque não está nos planos da comissão técnica para esta temporada. O técnico Fernando Diniz contou com 29 jogadores em campo no primeiro dia de trabalhos de 2020 e teve os desfalques de Walce, Igor Gomes e Antony, que estão com a seleção brasileira olímpica.

Dos jogadores que retornaram de empréstimo, apenas Shaylon e Brenner serão utilizados por Fernando Diniz. O meia defendeu o Bahia em 2019, enquanto o atacante voltou do Fluminense. Eles iniciaram a pré-temporada com o restante do elenco tricolor.

VEJA ABAIXO A SITUAÇÃO DE CADA JOGADOR

Tréllez

O atacante colombiano tem contrato com o São Paulo até o fim de 2021. Seu salário é considerado alto, e o clube quer emprestá-lo novamente ou vendê-lo. Em 2019, o jogador defendeu o Internacional e não teve sucesso, com 13 partidas disputadas e nenhum gol marcado.

Léo Natel

Revelado nas categorias de base do São Paulo, o atacante defendeu o Apoel, do Chipre, em 2019. Disputou 31 partidas, marcou nove gols e conquistou o campeonato nacional. Voltou a treinar no CT da Barra Funda ainda no fim de 2019. Tem contrato apenas até o meio deste ano.

Paulinho Boia

Outro atacante revelado pelo São Paulo e que não terá espaço nesta temporada. Ele acumulou empréstimos ao Portimonense, de Portugal, e para o São Bento no ano passado. Seu contrato com o clube tricolor vai até o fim de 2020.

Everton Felipe

Atuou no Athletico-PR no segundo semestre de 2019 e não teve grande destaque. O Sport tentou o empréstimo do meia-atacante para 2020, mas a oferta foi recusada pelo São Paulo por causa da divisão dos salários. O jogador tem contrato com o clube tricolor até o meio de 2022.

Jonatan Gómez

O argentino se destacou pelo CSA, apesar de a equipe ter sido rebaixada no Campeonato Brasileiro. Atuou em 26 partidas e marcou cinco gols. Chegou a ser sondado por clubes estrangeiros e tem contrato com o São Paulo apenas até o meio deste ano.

Araruna

Foi revelado na base do São Paulo e pode atuar como volante ou lateral-direito. Defendeu o Fortaleza em 2019 e pode ter o empréstimo estendido para 2020 - os clubes negociam. Tem contrato com o clube tricolor até o fim deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.