Shakhtar Donetsk contrata português Paulo Fonseca para substituir Lucescu

Após perder o técnico Mircea Lucescu para o Zenit St. Petersburg, o Shakhtar Donetsk anunciou nesta terça-feira a contratação do português Paulo Fonseca. O treinador de 43 anos acertou contrato de duas temporadas com a difícil missão de substituir o vitorioso Lucescu.

Estadão Conteúdo

31 de maio de 2016 | 16h55

"Estou muito feliz. Precisamos discutir seriamente nossas metas para nos unirmos desde o início", declarou Fonseca, antes de encontrar os jogadores do time ucraniano. Ele prometeu seguir os passos de Lucescu para promover um futebol "bonito, de alto nível" no comando do Shakhtar.

Em 12 anos à frente da equipe ucraniana, Lucescu conquistou oito títulos do Campeonato Ucraniano e levou o Shakhtar ao troféu da Copa da Uefa de 2009, a atual Liga Europa. O técnico deixou a equipe após faturar o título da Copa da Ucrânia há duas semanas.

Uma das marcas do romeno no time ucraniano foi a contratação de muitos jogadores do Brasil. Dezenas de brasileiros passaram pelo clube nestes 12 anos, incluindo Bernard, Willian, Douglas Costa, Luiz Adriano e Ilsinho. Ao ser anunciado nesta terça, Paulo Fonseca evitou comentários sobre o elenco ucraniano, sem mencionar possíveis reforços ou mudanças na equipe.

Outro desafio do treinador será jogar longe da casa do Shakhtar, em Donetsk. Nos últimos dois anos, Lucescu dirigiu o time nos jogos como mandante em Lviv por causa do conflito entre o governo do país e grupos separatistas pró-Rússia que afetam a segurança em Donetsk. "Sei que não poderemos jogar em Donetsk agora, mas estou ansioso para voltar ao nosso bonito estádio", afirmou o português.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.