Howard Burditt/Reuters
Howard Burditt/Reuters

Shakira garante que Brasil estará pronto para a Copa do Mundo de 2014

Cantora acredita que país terá todas as condições de receber o Mundial, e prevê uma experiência 'única e inesquecível'

Jamil Chade, O Estado de S. Paulo

28 de setembro de 2012 | 09h28

ZURIQUE - Muitos duvidam ainda da capacidade do governo e da CBF de concluir estádios e obras para a Copa do Mundo. Mas, numa entrevista ao site da Fifa, uma quase-representante da entidade máxima do futebol garante que tudo irá correr bem: a cantora Shakira.

A colombiana gravou a canção da Copa de 2010 e tem contrato com a Sony, justamente a patrocinadora da Fifa. Agora, a entidade começa a preparar o terreno para que a cantora latino-americana também apareça no Brasil como a principal protagonista entre os artistas, mesmo diante de toda a tradição da música brasileira.

Shakira ainda tentou mostrar que conhece muito bem o Brasil e até as sedes da Copa. "Eu já tive a oportunidade de conhecer muitas cidades brasileiras e adorei todas elas. Eu espero estar na próxima Copa do Mundo da FIFA e quero ir ao maior número de cidades possível", declarou.

"Claro que sendo também latino-americana e tendo passado bastante tempo no Brasil, conheço os brasileiros e a sua cultura muito bem. Eu imagino que essa será uma experiência única e inesquecível. O Brasil é a terra das oportunidades, e o seu povo está preparado para mostrar ao mundo seu potencial e compartilhar sua cultura".

Diplomática, ela conta ainda que acaba de gravar om Ivete Sangalo e que gosta da música brasileira. "Eu acabei de gravar uma música com a minha amiga brasileira, Ivete Sangalo. Nós cantamos juntas também no Rio de Janeiro, no ano passado", diss. "Eu escuto muita música brasileira e ritmos como samba e bossa nova são conhecidos e amados no mundo todo".

Na África do Sul, o fato de a música oficial da Copa ter sido cantada por uma colombiana causou polêmica e até protestos de artistas locais, inconformados com a presença da estrangeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.