Rebecca Naden/Reuters
Rebecca Naden/Reuters

Shelvey é heroi e vilão no 2 a 2 de Swansea e Liverpool

Meia do Swansea protagoniza cenas de erros incríveis e atrapalha os 100% de aproveitamento do líder

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2013 | 18h05

SWANSEA - Jonjo Shelvey fez nesta segunda-feira uma partida que dificilmente será igualada por outro jogador tão cedo. O meia de 21 anos deu três assistências (duas delas para jogadores do time adversário), marcou um gol depois de um erro bisonho dele próprio e ainda arranjou briga no empate em 2 a 2 entre o Swansea City, equipe dele, e o Liverpool. Detalhe: ele jogou as últimas três temporadas pelo rival e foi vendido aos galeses por 6 milhões de euros na última janela de transferências.

Tudo começou aos dois minutos de jogo no País de Gales. Shelvey recebeu na intermediária e tentou o chute. Furou a bola de forma risível, mas, depois de quicar, a bola ainda bateu na sua perna e permitiu que ele driblasse o adversário sem querer. O meia aproveitou para passar por mais um rival, invadir a área e fazer o gol.

Dois minutos depois, erro ainda mais incrível de Shelvey. Ele deu um passe estranho, para trás, no meio dos dois zagueiros, mas fraco demais para chegar até o goleiro. Entregou um presente para Sturridge, que estava relaxado na área, recebeu o passe e bateu de primeira.

Não contente, Shelvey voltaria a fazer besteira aos 36. Foi sair jogando e deu nos pés de Moses. O ex-jogador do Chelsea dominou, avançou, aproveitou que o homem do jogo errou na marcação e bateu sem chances para o goleiro.

Mas Shelvey ainda tinha mais bola para mostrar. Depois de voltar constrangido do intervalo, ele recebeu passe na meia-lua, tocou de cabeça, de costas para Michu, e viu o espanhol deixar tudo igual. Na comemoração, vibrou como se o gol fosse dele.

O meia ainda protagonizaria outra cena digna de nota quando ficou reclamando que o Liverpool deveria ter chutado uma bola para fora. Lucas Leiva foi pra cima de Shelvey, os dois trocaram empurrões, e acabaram recebendo o cartão amarelo.

Com o empate, o Liverpool perdeu os 100% de aproveitamento, mas segue líder, com 10 pontos, contra nove de Arsenal e Tottenham. Os demais grandes - Manchester City, Manchester United e Chelsea - têm sete. O Swansea foi a quatro e deixou a zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.