Shevchenko discute e ameaça o Milan

As recentes contratações dos atacantes Christian Vieri (Inter de Milão) e Gilardino (Parma) pelo Milan não foram bem digeridas pelo ucraniano Andryi Shevchenko. Durante um treinamento em Milão, antes da viagem para uma série de jogos amistosos nos Estados Unidos, o artilheiro do time na temporada passada discutiu com o treinador Carlo Ancelotti e ameaçou sair do clube. ?Se me querem, bem. Se não, me deixem ir?, foram as falas de Shevchenko, captadas por uma televisão italiana, durante o bate-boca com Ancelotti. Encerrada a discussão, o atacante abandonou o treinamento e seguiu para os vestiários. O capitão do Milan, Paolo Maldini, reconheceu que o ato de indisciplina de Shevchenko não foi bem aceita por todos. Caso resolva mesmo sair do clube de Milão, não deverão faltar ofertas pelo futebol do ucraniano. O Chelsea, do milionário russo Roman Abramovich, seria um dos interessados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.