Shevchenko promete esquecer amizade com italianos

O atacante Andriy Shevchenko afirmou que vai esquecer toda a amizade que tem com os jogadores italianos assim que pisar no gramado do estádio de Hamburgo para o duelo com a Itália, nesta sexta-feira, às 16 horas (de Brasília)."Passei sete anos maravilhosos lá e devo muito a aquele país, mas agora serão meus inimigos na partida mais importante da história da Ucrânia", afirmou o atacante, que acaba de se transferir do Milan para o Chelsea.Cinco dos jogadores da seleção italiana foram seus companheiros em Milão: os meias Gattuso e Pirlo, que serão titulares nesta sexta, os atacantes Gilardinho e Inzaghi, que devem ficar no banco, e o zagueiro Nesta, que está contundido. "É uma equipe forte, com jogadores cheios de caráter, que jogam firme na defesa", explicou o atacante.Para Shevchenko, a chave da equipe na partida será atuar com coragem. "Isso vai compensar qualquer deficiência técnica. Afinal de contas, é a Itália e vale uma vaga nas semifinais", disse o jogador, consciente de que a Ucrânia ainda não mostrou um futebol convincente na Copa.A seleção foi goleada por 4 a 0 pela Espanha na estréia, venceu a Arábia Saudita pelo mesmo placar e a Tunísia por um magro 1 a 0, e se classificou nas oitavas ao derrotar a Suíça nos pênaltis, após um modorrento 0 a 0. Campanha bem diferente da que encantou nas Eliminatórias, quando foi a primeira seleção européia a se classificar, num grupo que tinha forças como a Grécia, atual campeã européia, e a Turquia, terceira colocada na última Copa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.