Ricardo Moreira / Estadão Conteúdo
Ricardo Moreira / Estadão Conteúdo

Sidão promete honrar apoio da torcida do São Paulo em duelo contra ex-time

Goleiro enfrentará o Botafogo pela primeira vez desde que deixou o clube carioca para atuar no Morumbi

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

17 Novembro 2017 | 17h26

O goleiro Sidão, do São Paulo, defenderá contra seu ex-time uma invencibilidade de onze jogos como mandante - sete no Morumbi e quatro no Pacaembu - em sua maior sequência como titular desde que se firmou na meta tricolor, em agosto. Será o primeiro duelo de Sidão contra o Botafogo desde que deixou o clube carioca para atuar na equipe paulista. O jogo acontece no domingo, no Pacaembu.

Após ajudar o Peru a ir para a Copa, Cueva se reapresenta no São Paulo no sábado

“(A invencibilidade como mandante) passa pela força da nossa torcida, que tem feito de tudo este ano para apoiar a nossa equipe, inclusive com quebras de recordes e inúmeras demonstrações de amor pelo clube. E no Pacaembu isso também tem acontecido. Queremos honrar a equipe por tudo que o torcedor tem feito", disse o goleiro, ao site oficial do clube.

Sidão vive a expectativa de reencontrar os colegas do clube carioca, mas destaca que espera sair do gramado municipal com um bom resultado para o São Paulo. “Tem bastante gente da minha época no Botafogo, a maioria do grupo. Fizemos um grande trabalho lá e conseguimos levar o time para a Libertadores. Será bacana reencontrar os caras, tenho grandes amigos no Botafogo, mas isso só valerá até o apito inicial. Agora defendo as cores do São Paulo com muita raça, e que a gente consiga um grande resultado”, afirmou.

Analisando a sequência de jogos no gol do São Paulo, o atleta disse que quer dar uma resposta à torcida tricolor depois de alguns meses de recuperação de uma lesão (lombagia) que teve no início do ano, e falou no desejo de conquistar "grandes coisas" pelo São Paulo. 

 

“É a resposta do trabalho que tenho desenvolvido aqui", falou Sidão. "Sofri uma lesão no começo do ano que me prejudicou bastante, mas agora posso dar a resposta que todos esperavam. Fico feliz pelas atuações, porque o meu objetivo é ajudar a equipe em busca dos pontos. Nosso desejo é subir ao máximo na tabela. Estou feliz pelo momento que estou vivendo, e espero ganhar grandes coisas no São Paulo.”

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.