Divulgação
Divulgação

Sidão reconhece problemas defensivos no São Paulo e assume culpa por dois gols

Goleiro acredita que com treinamentos os erros serão corrigidos

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2017 | 15h22

O São Paulo já se prepara para enfrentar o São Bento nesta terça-feira, no Morumbi, e o goleiro Sidão sabe que o time precisa melhorar defensivamente para não sofrer tantos gols. Isso tem acontecido nas últimas partidas e o próprio Sidão assume sua parcela de culpa com erros contra Ponte Preta e Santos.

"A gente está sofrendo mais do que deveria, até por esta adaptação ao novo trabalho. Tenho certeza que esses números vão diminuir e os do ataque vão aumentar. É algo do conjunto, mas alguns são erros individuais. E ponho dois gols na minha conta, tenho essa consciência", afirmou. 

O goleiro acha que com os treinamento os erros serão corrigidos. "Todos precisam trabalhar para melhorar isso. Os erros são mais constantes no começo de ano e quando um time se dispõe a jogar, não dá chutão e tenta ganhar sempre, pode ser mais comum. Queremos jogar para cima e fazer gols, mas esses espaços serão corrigidos pelo Rogério", comentou.

No Campeonato Paulista, o São Paulo tem a segunda pior defesa (também tem o melhor ataque) e já sofreu nove gols em quatro partidas, uma média superior a dois gols por jogo. Como o time está com um bom poder de fogo no ataque, os resultados estão aparecendo. Mas o técnico Rogério Ceni sabe que precisa ajustar o time para diminuir essa média de gols sofridos.

Para Sidão, a temporada está apenas no início e o grupo tem tempo para melhorar o sistema defensivo. "O trabalho é diferente e, por exemplo, já ganhamos três seguidas, algo que não aconteceu no ano passado. Jogamos para cima, mas não é para sofrer tantos gols assim, por isso estamos trabalhando forte para resolver", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.