Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Sidcley, o 'SidBale' do Corinthians, se apresenta e deve estrear na quarta-feira

Lateral brinca com apelido dado por amigos e se diz pronto para jogar

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

05 Março 2018 | 13h04

O lateral-esquerdo Sidcley foi apresentado nesta segunda-feira no CT Joaquim Grava e deve fazer sua estreia pelo Corinthians na quarta-feira, contra o Mirassol, na Arena Corinthians. Em sua primeira entrevista como jogador do time alvinegro, o jogador de 24 anos revelou que tem um apelido bastante curioso dado pelos amigos. 

+ Com Gabriel suspenso, Carille tem dúvida entre dois estreantes no Corinthians

+ Cássio culpa apagão por empate em clássico, Carille discorda e Prefeitura se defende

+ Romero chama Santos de time pequeno e Braz rebate: 'Nunca caiu'

"É uma brincadeira, meus amigos ficam zoando. Fico feliz que todo mundo reconhece meu trabalho e espero que dê tudo certo. Eles falam mais de SidBale, porque jogo na ponta", contou o lateral, lembrando as comparações de seus amigos com o jogador Gareth Bale, do Real Madrid. 

Sidcley acredita que não terá problemas para se adaptar ao esquema tático do técnico Fábio Carille. "É bem parecido com o trabalho do Paulo Autuori no Atlético-PR. Tem a linha de trás, mais dois na frente e pontas abertos. É bom, porque o jeito que joga é parecido com o que eu estava atuando", explicou o jogador, que chega por empréstimo do time paranaense até o fim do ano. 

Tímido, o lateral contou que já jogou com Marllon e Juninho Capixaba e espera conseguir se adaptar o mais rápido possível com os novos companheiros. Inclusive, ele tem grandes chances de estrear já nesta quarta-feira, pois Gabriel está suspenso e uma das opções de Carille é colocar Maycon no meio e apostar em Sidcley na lateral.

"No que ele precisar de mim, estarei à disposição. Não sei se vou jogar ou ser relacionado, mas estou com vontade de jogar", avisou o jogador. 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Fábio Carille

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.