Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Sigurdsson garante Islândia recuperada de revés e com 'foco total' na Croácia

Islandeses enfrentam os croatas na próxima terça-feira precisando da vitória

Estadão Conteúdo

23 Junho 2018 | 18h46

O meia Gylfi Sigurdsson garantiu neste sábado que a dura derrota para a Nigéria na sexta-feira, em Volgogrado, ficou para trás e a seleção da Islândia já está com os ânimos restabelecidos. Segundo o principal jogador da equipe, o grupo lidou com o revés melhor do que o esperado.

+ Saiba o que precisa acontecer para a Argentina se classificar às oitavas

+ Com um ponto, técnico da Islândia admite: 'Estranho que ainda estejamos na briga'

"Acho que nossos ânimos estão melhores do que esperávamos depois de uma decepção tão grande, e um segundo tempo tão ruim (contra a Nigéria)", disse Sigurdsson, que ainda não balançou as redes na Copa do Mundo. Ele atua no Everton, da Inglaterra, é o camisa 10 e a grande referência da Islândia.

No entanto, nos dois jogos da seleção nórdica neste Mundial, Sigurdsson não rendeu o que se espera dele e agora a equipe tem uma missão bastante complicada para avançar às oitavas de final do torneio. Precisa vencer a Croácia, que lidera o Grupo D e está invicta na competição, e torcer para uma vitória dos argentinos sobre os nigerianos.

 

Os dois duelos da chave serão disputados na próxima terça-feira, às 15 horas (de Brasília). Sigurdsson reitera o foco total no duelo, no qual os croatas, já classificados, devem entrar com alguns reservas, o que pode facilitar a missão islandesa.

"É claro que ficamos todos desapontados (com a última derrota), mas deixamos o jogo da Nigéria de lado agora. Estamos com foco total na partida contra a Croácia", concluiu.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.