Silas escala Avaí cauteloso para enfrentar o Sport

O técnico Silas vai adotar um esquema tático cauteloso na definição do time do Avaí, que neste domingo, às 18h30, enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda em Florianópolis, ele justificou a adoção do sistema 3-6-1 ao que considerou "perigoso" o time pernambucano. "Eles jogam duro atrás e vamos precisar de uma forte marcação", afirmou.

JÚLIO CASTRO, Agencia Estado

19 de julho de 2009 | 08h25

A nova configuração tática possibilita que, com quatro homens de marcação no meio, os alas (Ferdinando e Eltinho) possam atuar com liberdade pelas extremidades do campo e com assistências ao único atacante: William ou Roberto.

"Devagarzinho eles estão achando seus espaços no time e estão atuando com sintonia", comentou Silas em referência ao atacante Roberto, recém chegado ao clube catarinense e que nas últimas duas partidas teve atuações destacadas, inclusive marcando um dos gols da vitória sobre o Goiás, em Goiânia, na última quarta-feira.

O time catarinense contará com os retornos dos zagueiros Émerson e Anderson Luiz, que estavam suspensos. O Avaí está com 10 pontos e sair da incômoda zona do rebaixamento é a missão do time no estádio da Ilha do Retiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.