Marcos Mendes/Estadão
Marcos Mendes/Estadão

Silvio Santos aposta na tradição de sempre dar sorte quando passa esporte no SBT

SBT aposta em sucesso na transmissão da final do Campeonato Carioca entre Flamengo e Fluminense

Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2020 | 11h00

Há quase 40 anos no ar, o SBT (Sistema Brasileira de Televisão), de propriedade do empresário Silvio Santos, poucas vezes teve em sua grade de programação algum evento esportivo. Mas sempre que deixou um espaço para o esporte no meio de suas atrações de entretenimento, o canal deu sorte e liderou a audiência. Nesta quarta-feira, Flamengo e Fluminense vão decidir o Campeonato Carioca promete mais uma liderança para o "Homem do Baú".

Um exemplo da parceria do SBT com o esporte foi a Copa do Brasil de 1995, que teve o Corinthians como campeão. O jogo final contra o Grêmio, em Porto Alegre, resultou em uma audiência de 52 pontos no Ibope - cada ponto correspondeu a cerca de 60 mil domicílios. A marca só foi ser superada em 2001, com o reality Show "Casa dos Artistas". 

Por contrato, o SBT ainda transmitiu as edições de 1996 e 1997, vencidas por Cruzeiro e Grêmio sobre Palmeiras e Flamengo, respectivamente. Só em 1998, a Globo, depois de desembolsar uma grande quantidade de dinheiro, passou a ter os direitos da competição.

Em 2000, o departamento de marketing do SBT, juntamente com o então presidente do Vasco, Eurico Miranda, deram um "show", ao negociarem o patrocínio master da camisa do time de São Januário para o segundo jogo decisivo com o São Caetano na final da Copa João Havelange (versão do Campeonato Brasileiro), disputado no início de 2001. 

Os jogadores do time carioca, entre eles o artilheiro Romário, entraram no Maracanã com o logotipo do canal às costas, enquanto a transmissão era feita ao vivo para todo o País pela rival TV Globo. O Vasco venceu a partida por 3 a 1 e ficou com a taça.

Em 1990, outro momento de grande audiência produzido pelo esporte no canal de Silvio Santos foi a luta entre Adilson Maguila Rodrigues e o lendário George Foreman. O brasileiro acabou nocauteado no segundo assalto, mas a repercussão foi muito grande, pois o combate foi anterior ao de Mike Tyson contra Henry Tillman, luta de retorno do ex-campeão mundial dos pesos pesados, após a derrota para James Buster Douglas. Detalhe: Tyson x Tillman passou minutos depois na TV Bandeirantes. Tudo ao vivo.

O sucesso de Maguila no SBT lhe valeu outras transmissões de suas lutas e até um emprego de comentarista econômico no programa "Aqui Agora".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.