Reprodução/ Twitter
Reprodução/ Twitter

Simeone é multado pela Uefa por gesto obsceno em jogo do Atlético de Madrid

Treinador argentino já havia reconhecido o exagero ao comemorar gol contra a Juventus

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2019 | 12h18

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, foi multado em 20 mil euros (cerca de R$ 86 mil) pela Uefa nesta quinta-feira. O treinador acabou recebendo esta punição por causa do gesto obsceno que protagonizou durante a partida contra a Juventus, no mês passado, na Espanha, ao comemorar um dos gols do seu time na vitória por 2 a 0 no confronto de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Ao anunciar a multa aplicada ao argentino, a entidade que controla o futebol europeu informou que ele foi punido por "conduta imprópria" dentro no campo naquele duelo realizado no estádio Wanda Metropolitano, em Madri.

Após o zagueiro José Maria Giménez marcar o gol que abriu o placar do duelo de ida das oitavas de final, Simeone virou-se para a torcida madrilenha e fez o gesto, levando as mãos à região próxima do seu órgão genital. Dois dias após a sua atitude, ele reconheceu que exagerou na comemoração e se desculpou, mas não escapou de agora ser multado pela Uefa.

No fim das contas, porém, o comandante saiu "no lucro", pois corria o risco de ser suspenso e não poder dirigir a sua equipe na partida de volta das oitavas de final, na próxima terça-feira, em Turim, onde o Atlético poderá até perder por um gol de diferença para avançar à próxima fase da Liga dos Campeões.

A Uefa também aplicou ao clube de Madri uma outra multa de 38 mil euros (cerca de R$ 164 mil) por causa de atitudes inadequadas de parte dos seus torcedores no duelo de ida contra a Juventus, entre as quais a de atirar objetos no campo de jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.