Simionatto é o novo técnico do Grêmio

Nestor Simionatto será o novotécnico do Grêmio. Ele foi contratado na noite desta segunda-feira, apenas três horas depois da dispensa de Dario Pereyra, e estréia contra o Criciúma, quinta-feira. O vice-presidente de Futebol Saul Berdichevsky disse que Simionatto tem o perfil que o clube desejava: profissional identificado com o futebol do Rio Grande do Sul. O dirigente lembrou que todos os grandestítulos do Grêmio foram conquistados com os gaúchos Ênio Andrade, Valdir Espinosa, Cláudio Duarte, Luiz Felipe Scolari e Adenor Bachi (Tite). A única exceção é Evaristo Macedo, campeão da Copa do Brasil de 1997 com o Tricolor gaúcho. Além de um currículo vitorioso no futebol do interior gaúcho, Simionatto tem raízes no Olímpico. Ele foi lateral-direito reserva do Grêmio nos anos 70. Berdichvesky disse que, além de trocar de técnico, o Grêmio vai anunciar reforços nesta semana. O objetivo da reformulação é retirar o Grêmio da má fase que levou o clube ao 23º lugar no Campeonato Brasileiro, na zona de rebaixamento. Esta é a segunda substituição no comando do time que o Grêmio promove neste campeonato. Até o início de junho o time era dirigido por Tite e tinha um aproveitamento de 24,2% dos pontos disputados. Dario Pereyra dirigiu o Grêmio por oito partidas. Venceu uma, empatou duas e perdeu cinco, com aproveitamento de 20,8%. A derrota para o Vasco, por 2 a 0, domingo, determinou seu afastamento, anunciado no fim desta segunda-feira.

Agencia Estado,

21 de julho de 2003 | 22h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.