Simon apita jogo de volta de decisão da Copa do Brasil

O experiente Carlos Eugênio Simon foi sorteado nesta segunda-feira para ser o árbitro do jogo de volta da final da Copa do Brasil. Aos 44 anos, o gaúcho apitará a partida entre Vitória e Santos, nesta quarta, no Barradão, em Salvador. O time santista venceu o confronto de ida por 2 a 0 e pode até perder para ficar com o título.

AE, Agência Estado

02 de agosto de 2010 | 22h12

Junto com Simon, foram sorteados os dois bandeiras do jogo decisivo. O também gaúcho Altemir Hausmann, que esteve com o árbitro representando o Brasil na Copa do Mundo da África do Sul, terá a companhia do pernambucano Erich Bandeira como os auxiliares na capital baiana.

Será a segunda decisão de Copa do Brasil apitada por Simon. Em 2002, ele já foi o árbitro do polêmico jogo de ida entre Corinthians e Brasiliense, em Taguatinga. O clube corintiano venceu por 2 a 1, mas a equipe anfitriã reclamou bastante de um pênalti não marcado. Na partida de volta, os times empataram por 1 a 1 e o Corinthians foi campeão.

Mas esta não foi a única partida polêmica de Simon. Em uma carreira marcada por atuações controversas, a mais recente aconteceu no ano passado. Na vitória por 1 a 0 do Fluminense sobre o Palmeiras, no Maracanã, pelo Brasileirão, Simon errou ao anular um gol legítimo do time visitante, marcado por Obina. O erro custou o seu afastamento da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.