Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Sinalizadores atrasam começo de clássico entre Corinthians e Palmeiras

Torcedores corintianos ainda exibem faixa com os dizeres 'pelo fim da proibição'

Ciro Campos e Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2017 | 22h43

O jogo entre Corinthians e Palmeiras, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista, começou com quatro minutos de atraso em Itaquera por causa de sinalizadores. Um grupo de torcedores alvinegros acendeu os artefatos e exibiram uma faixa com os dizeres "pelo fim da proibição" enquanto produziam a fumaça responsável por atrasar o pontapé inicial do primeiro clássico entre as equipes na temporada.

Os sinalizadores foram acendidos no setor norte, atrás de um dos gols, local ocupado geralmente por facções organizadas do Corinthians. Ainda durante o primeiro tempo novamente os artefatos foram acionados, porém com a ida de policiais militares ao local, a ação durou pouco e não chegou a atrapalhar o andamento da partida.

O ano de 2017 marca o centenário do primeiro confronto entre os rivais. As diretorias acordaram a realização de ações de marketing e alteraram o cerimonial pré-jogo. Os times entraram em campo perfilados de forma diferente. Em vez uma fila indiana para cada equipe, os jogadores foram misturados, em sequência intercalada de corintianos e palmeirenses. O posicionamento alternado se manteve na hora do hino e nas fotos.

Os jogadores dos dois clubes permaneceram juntos em outro ato pré-jogo. Os times carregaram uma faixa com mensagem de apoio ao corintiano Camacho. O pai do meia faleceu na noite de domingo, no Rio de Janeiro, em acidente doméstico. O atleta foi liberado do clássico para visitar a família e acompanhar o funeral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.