Sindicato apela contra acordo da Fifa

A Federação Internacional de Jogadores de Futebol confirmou hoje que vai recorrer à Justiça contra o acordo fechado entre a Fifa e a UEFA, que regulamenta as novas regras de transferências de atletas. O acordo impede, por exemplo, a rescisão de contrato antes de um período mínimo. Além disso, põe fim às indenizações aos clubes em caso de transferência de jogadores. Outra claúsula contestada pelos atletas diz respeito aos contratos que poderão ser rompidos amigavelmente ou por justa causa esportiva, no caso de um jogador participar de menos de 10% das partidas. ?Nós vamos fazer valer os nossos direitos?, afirmou Philippe Piat, vice-presidente da Federação Internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.