Sindicato convoca greve no futebol espanhol

Sindicato convoca greve no futebol espanhol

Paralisação pode ocorrer entre 16 e 19 de abril, prejudicando a 33.ª rodada do campeonato

AE-AP, Agência Estado

09 de abril de 2010 | 11h56

O sindicato dos jogadores espanhóis convocou nesta sexta-feira uma greve por conta de atrasos salariais e da falta de pagamentos nas quatro principais divisões. A paralisação ameaça a 33ª rodada do Campeonato Espanhol, que tem o clássico catalão entre Espanyol e Barcelona e um duelo entre Real Madrid e Valencia.

Luis Gil, gerente da Associação Espanhola de Futebolistas, disse que apresentou a documentação legal para realizar a paralisação entre 16 e 19 de abril. A greve foi convocada por conta das dívidas salariais de muitos clubes, em especial das divisões inferiores.

O sindicato, que na segunda-feira anunciou publicamente sua intenção de convocar a greve geral, assegurou que conta com apoio de jogadores de todas as divisões, incluindo os atletas da elite espanhola.

Na próxima segunda-feira, será realizada uma última reunião para tentar cancelar a paralisação, que contará com a presença dos jogadores, da Liga Espanhola e de federações. Se a greve for confirmada, será necessário encontrar nova data para a realização dos jogos, em um calendário apertado por conta da Copa do Mundo e da participação das equipes espanholas em competições europeias.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEspanhagreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.