Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Situação física vai definir o futuro de Gabriel no Palmeiras

Volante tem contrato até dezembro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 Agosto 2016 | 07h04

Em 2015, o volante Gabriel chegou a ser titular absoluto e unanimidade no Palmeiras. Mas sucessivas lesões e a ascensão de outros jogadores na posição fizeram com que o jogador tivesse um futuro ameaçado no clube. Com contrato até o fim de dezembro, existe a possibilidade dele deixar a equipe no fim da temporada. Tudo dependerá de sua condição física.

A diretoria chegou a abrir negociações para comprar seus direitos federativos, que são ligados ao Monte Azul, mas as lesões fizeram com que as conversas esfriassem e os dirigentes querem aguardar mais um tempo para definir se vale o investimento. 

Gabriel teve uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo no ano passado e desde então, tem tido dificuldades para conseguir readquirir uma boa condição física. Recentemente, o técnico Cuca, ao ser questionado sobre o jogador, admitiu preocupação. 

“Antes da parte técnica, você precisa averiguar a parte física e clínica. O Gabriel teve uma lesão complicada. Ele vem de recuperação, passa para a fisiologia e depois entra no campo físico, depois no técnico, para ter as oportunidades em seguida", disse o treinador.

Neste ano, Gabriel fez apenas oito jogos na temporada, nenhum no Campeonato Brasileiro. O jogador já pode assinar contrato com qualquer outra equipe para o ano que vem, mas a sua intenção é dar prioridade ao Palmeiras. 

Gabriel, inclusive, é um dos cotados para assumir a vaga de Thiago Santos, suspenso, na partida contra o Fluminense, domingo, em Brasília. Além dele, Arouca e Matheus Sales, favorito na disputa, são os cotados. 

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.