Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Só a vitória mantém Adílson no Paysandu

Time capaz de alternar bons e medíocres momentos na Série A, o Paysandu enfrenta o Goiás neste sábado no Mangueirão com a luz amarela da zona de rebaixamento acesa entre os jogadores e sua comissão. O treinador Adilson Batista, antes uma unanimidade dentro do plantel, agora começa a enfrentar restrições e até boicote ao seu trabalho por alguns jogadores. Se perder neste vsábado, ele poderá ser dispensado pela diretoria, embora o presidente Arthur Tourinho negue essa posibilidade. O meio campo e o ataque serão mais uma vez mexidos. À apatia dos volantes e incompetência dos armadores, que não conseguem acertar passes de meio metro, se somam a inoperância do ataque, que tem no grandalhão Vinícius seu ponto negativo. Nas boas graças do técnico, Vinícius se mantém entre os titulares, apesar de sua notória falta de apetite para marcar gols. O meia Jobson, por suas apagadas atuações, foi barrado. No ataque, Balão ganhou nova chance de atuar ao lado de Vinícius. A torcida promete mais uma vez sua presença maciça no Mangueirão, fazendo o clube manter sua média de quinto melhor público do campeonato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.