Pedro Azevedo/Santos FC
Pedro Azevedo/Santos FC

Só com Veríssimo da defesa, Santos pode rever Fla com quatro titulares de goleada

Equipe comandada por Cuca deve ser bem diferente da que derrotou o time carioca na última rodada do Brasileirão do ano passado

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2020 | 07h30

A partida deste domingo com o Flamengo, na Vila Belmiro, marca o reencontro do Santos com o adversário de um dos triunfos mais marcantes na temporada 2019. Em 8 de dezembro, o time goleou o oponente, então campeão nacional por antecipação, por 4 a 0, e garantiu o segundo lugar no Campeonato Brasileiro. De lá para cá, porém, muita coisa mudou.

O Santos, afinal, vai entrar em campo neste domingo com uma formação bem diferente: mais da metade dos jogadores que foram titulares naquele confronto ou saíram da equipe ou não estão à disposição de Cuca, também um novo treinador, pois aquela foi a última partida da passagem de Jorge Sampaoli pelo clube. Ele foi substituído pelo português Jesualdo Ferreira, recentemente trocado por Cuca. Daquela escalação, apenas Lucas Veríssimo, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Soteldo têm presença garantida em campo neste domingo.

As maiores alterações na formação santista estão no sistema defensivo, com o zagueiro Lucas Veríssimo sendo o único remanescente do setor daquela partida. O goleiro Everson foi reintegrado ao elenco, mas está fora da partida de domingo, o lateral-direito Victor Ferraz foi para o Grêmio, trocado por Madson, o lateral-esquerdo Jorge retornou ao Monaco após o fim do seu período de empréstimo e o zagueiro Gustavo Henrique não renovou o seu contrato e se transferiu ao Flamengo.

O defensor certamente estará na Vila Belmiro neste domingo, mas não necessariamente em campo. Léo Pereira será titular, com o seu companheiro dependendo mais do departamento médico: Rodrigo Caio, se estiver recuperado de lesão, ou Thuler, o seu reserva imediato.

Além dos quatro defensores, mais dois jogadores que não foram titulares na goleada não atuarão pelo Santos neste domingo. São eles: o atacante Eduardo Sasha, que se transferiu ao Atlético Mineiro, e o volante Alison, suspenso pela expulsão contra o Palmeiras. Nesse caso, o seu substituto será um jogador que entrou durante aquele jogo: o volante Jobson ou o meia Jean Mota.

Autor do primeiro gol santista naquela tarde, Marinho ainda não sabe se poderá enfrentar o Flamengo por causa de dores musculares na coxa direita, problema que o fez deixar o time durante o segundo tempo do clássico contra o Palmeiras. Caso não tenha condições de atuar, Lucas Braga vai ocupar a sua vaga.

Assim, o Santos deve entrar em campo com: João Paulo (Vladimir); Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Jean Mota), Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho (Lucas Braga), Kaio Jorge e Soteldo.

Já no Flamengo, as mudanças foram menores, embora também concentradas na defesa. Rodinei, hoje no Internacional, e Pablo Marí, que foi para o Arsenal, não estão mais no clube carioca. Assim como Rodrigo Caio, Gabriel também é dúvida por lesão, o que pode impedir o reencontro com o time onde deu seus primeiros passos no futebol. E Gerson, antes titular absoluto, disputa uma vaga no meio-campo com Thiago Maia.

Relembre as escalações de Santos 4 x 0 Flamengo

  • SANTOS - Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Alison (Jobson), Carlos Sánchez e Diego Pituca; Marinho, Soteldo e Eduardo Sasha (Jean Mota). Técnico: Jorge Sampaoli.
  • FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Diego); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabriel. Técnico: Jorge Jesus.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.