Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Só falta escolher o time titular do Corinthians, avisa Mano

Segundo o treinador, os 25 jogadores que serão inscritos para a Libertadores já estão definidos

Tercio David, estadao.com.br

21 de fevereiro de 2010 | 15h06

O técnico Mano Menezes afirma, desde algum tempo, que já tem definido o grupo de 25 jogadores que irão defender o Corinthians na busca pelo inédito título da Libertadores, a partir desta quarta-feira, contra o Racing (URU), no Pacaembu. A lista oficial será divulgada apenas na segunda-feira, provavelmente à noite. No entanto, os atletas já deverão ser informados logo pela manhã, antes do primeiro treino.

Veja também:

link Mano Menezes defende Edu das críticas

video TV ESTADÃO - Mano explica formação do time para a Copa Libertadores

linkJOGO - Leia como foi Corinthians 0x0 Rio Branco

lista PAULISTÃO - Leia mais sobre a competição

PAULISTÃO 2010 - lista Tabela | tabelaClassificação

A dúvida que resta, segundo o próprio treinador, é apenas com relação à equipe titular. "Vamos treinar a equipe na segunda-feira visando a parte tática, a estratégia para o jogo. Mas não será muito diferente daquilo que todo mundo imagina, embora nem sempre tenhamos conseguido colocar todo mundo para jogar junto."

Maior esperança, e preocupação, do Corinthians na busca pela sonhada taça, Ronaldo não joga desde o dia 27 de janeiro, ainda se recuperando da ruptura de uma fibrose, durante o jogo contra o Mirassol. No entanto, Mano está confiante. "O Ronaldo está se recuperando ainda, mas tenho certeza de que estará em plena forma para quarta-feira."

Mano também mostrou confiança no grupo, embora vá ter apenas dois dias para trabalhar com a equipe considerada titular para o jogo na quarta-feira, mesmo que o time nunca tenha jogado junto, assim como aconteceu nas demais 11 partidas da temporada. "Tenho confiança de que terei 11 jogadores que podem resolver o jogo para a agente. Vamos jogar para ganhar e começar bem a competição, que é o primeiro passo para a conquista do título.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.