Só um milagre salva a Fiorentina

A Fiorentina viveu um dia duríssimo. Os 22 milhões de euros que o clube precisa para garantir a inscrição na Série B do Campeonato Italiano não chegaram e por isso, o time não poderá jogar, perdendo a vaga na competição para a Ternana, da Série C. Só um milagre - o dinheiro surgir até as 9h30, 4h30 desta quinta-feira no Brasil - salvaria o time. O capitão Di Livio, da seleção da Itália, chorou ao ser informado da notícia.Assim que for confirmado que a Fiorentina não poderá se inscrever na competição, todos os jogadores estarão livres para se transferir para onde quiserem. Di Livio, Chiesa e o atacante iugoslavo Mijatovic são os destaques do elenco, que também conta com o volante brasileiro Amaral.O clube descobriu nesta quarta-feira que foi vítima de um trote: um fax enviado em nome de um grupo colombiano oferecendo 22 milhões de euros por um prédio comercial de propriedade do presidente Vittorio Cecchi Gori era falso."A situação é difícil, mas ainda devemos ter esperança. Peço aos torcedores que mantenham a calma e não pratiquem atos de vandalismo", disse Achille Serra, prefeito de Florença.A direção da Fiorentina estuda pedir uma prorrogação no prazo para levantar o dinheiro, mas a hipótese já provoca reclamações de outros clubes que regularizaram suas situações dentro do prazo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.