Sob neblina, Juventude e Inter empatam

Juventude e Inter fizeram um jogo típico de Campeonato Gaúcho neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Chuva antes da partida, frio (10ºC) e uma intensa neblina marcaram o empate em 1 a 1. No final, o resultado, pelo que se pôde observar, foi justo. Logo aos cinco minutos, quando a visibilidade era boa, o Juventude abriu o placar. Numa jogada pela esquerda, o lateral Marcão levantou a bola, à meia altura. No trajeto, ela desviou em Pedrinho e enganou Clemer, entrando no canto direito. Aos 15 minutos, Marcelo entrou livre na área do Inter e perdeu a chance para ampliar o placar.O Juventude teve mais uma vantagem aos 25 minutos, com a expulsão do lateral-esquerdo Edu Silva, do Inter. Mas, seis minutos depois, perdeu o zagueiro Maurício Fernandes, também por expulsão. Em ambos os casos, os jogadores tinham cartão amarelo e fizeram faltas violentes.Um minuto depois da expulsão de Maurício Fernandes, o Inter aproveitou a desarrumação da defesa do Juventude e empatou.Daniel Carvalho concluiu uma bela tabela, com a participação de Pedrinho e Flávio. Já sob neblina, o jogo seguiu equilibrado até o final do primeiro tempo, com poucas jogadas de área.Na segunda etapa, se manteve a igualdade nas ações. A neblina se intensificou a partir dos 20 minutos e os torcedores ficaram na dependência das emissoras de rádio para saber o que acontecia. Aos 46 minutos, o Inter teve uma chance, com Marcão salvando em cima da risca do gol. Em seguida o árbitro encerrou a partida, para evitar uma complicação extra.CLASSIFICAÇÃO

Agencia Estado,

06 de julho de 2003 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.