Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians

Sob olhares da torcida do Corinthians, Carille surpreende e escala Maycon para clássico

Garoto entra no lugar de Camacho, que foi dispensado após morte do pai

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2017 | 20h04

A torcida do Corinthians compareceu ao treino desta terça-feira, na Arena Corinthians, para prestar apoio ao time, visando o clássico com o Palmeiras, quarta-feira, na arena. Enquanto os torcedores gritavam cânticos de apoio, o técnico Fábio Carille surpreendia e escala novidades entre os titulares.

A principal dela é a presença do garoto Maycon entre os titulares. O volante disputou o Brasileiro do ano passado emprestado para a Ponte Preta e antes de voltar ao Corinthians, foi defender a seleção brasileira sub-20. Ele entra no lugar de Camacho, que foi dispensado da partida após a morte de seu pai, domingo.

A expectativa era que Fellipe Bastos, titular em todos os outros jogos da temporada - exceto contra o Audax, quando foi poupado - retornaria ao time. Mas Carille optou pelo garoto para ajudar Gabriel na marcação. Outra novidade, essa já esperava é o retorno do meia Marlone no lugar de Léo Jabá.

A dúvida do ataque também foi resolvida. Entre Jô e Kazim, o treinador optou pelo turco, que foi o destaque na vitória sobre o Audax, marcando o gol da vitória. O Corinthians vai a campo com Cássio. Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Marlone e Romero; Kazim.

Os jogadores tiveram um treinamento diferente nesta terça-feira. Além de ter treinado no local do jogo, algo inédito na temporada, eles ainda contaram com o apoio dos torcedores que não pararam de cantar do início ao fim do treino. Dentre um apoio e outro, palavras de ordem para vencer o clássico. Ao contrário dos protestos realizados na segunda-feira, durante votação de impeachment do presidente Roberto de Andrade, os dirigentes não foram citados em momento algum pelos torcedores.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.