Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians

Sob olhares da torcida do Corinthians, Carille surpreende e escala Maycon para clássico

Garoto entra no lugar de Camacho, que foi dispensado após morte do pai

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 Fevereiro 2017 | 20h04

A torcida do Corinthians compareceu ao treino desta terça-feira, na Arena Corinthians, para prestar apoio ao time, visando o clássico com o Palmeiras, quarta-feira, na arena. Enquanto os torcedores gritavam cânticos de apoio, o técnico Fábio Carille surpreendia e escala novidades entre os titulares.

A principal dela é a presença do garoto Maycon entre os titulares. O volante disputou o Brasileiro do ano passado emprestado para a Ponte Preta e antes de voltar ao Corinthians, foi defender a seleção brasileira sub-20. Ele entra no lugar de Camacho, que foi dispensado da partida após a morte de seu pai, domingo.

A expectativa era que Fellipe Bastos, titular em todos os outros jogos da temporada - exceto contra o Audax, quando foi poupado - retornaria ao time. Mas Carille optou pelo garoto para ajudar Gabriel na marcação. Outra novidade, essa já esperava é o retorno do meia Marlone no lugar de Léo Jabá.

A dúvida do ataque também foi resolvida. Entre Jô e Kazim, o treinador optou pelo turco, que foi o destaque na vitória sobre o Audax, marcando o gol da vitória. O Corinthians vai a campo com Cássio. Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Marlone e Romero; Kazim.

Os jogadores tiveram um treinamento diferente nesta terça-feira. Além de ter treinado no local do jogo, algo inédito na temporada, eles ainda contaram com o apoio dos torcedores que não pararam de cantar do início ao fim do treino. Dentre um apoio e outro, palavras de ordem para vencer o clássico. Ao contrário dos protestos realizados na segunda-feira, durante votação de impeachment do presidente Roberto de Andrade, os dirigentes não foram citados em momento algum pelos torcedores.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.