Sob pressão, Doriva volta a fechar treino do Vasco

O Vasco voltou a treinar com os portões fechados, nesta terça-feira, em São Januário. Para evitar a pressão da torcida, insatisfeita com a sequência do time no Brasileirão, o técnico Doriva não contou nem com a presença de sócios do clube durante as atividades desta manhã, em preparação para o jogo contra o Sport, no próximo sábado.

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2015 | 15h53

De acordo com o site do clube, o elenco se aqueceu no gramado antes de fazer atividade de posse de bola e treino de dois toques em campo reduzido. O grupo foi dividido em três equipes.

O mesmo já havia acontecido na segunda-feira, quando a sede do clube foi fechada para os os sócios, torcedores e imprensa, com o objetivo de evitar a pressão sobre os jogadores durante o treino.

Vindo de quatro derrotas seguidas, o Vasco ainda não venceu neste Brasileirão e ocupa a penúltima colocação da tabela, à frente apenas do lanterna Joinville, que tem apenas um ponto.

Apesar da sequência negativa e da pressão da torcida, o presidente Eurico Miranda garantiu a permanência de Doriva no comando do time, em entrevista na segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascotreino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.