Sob pressão no retorno ao estádio do Maracanã, Fluminense recebe o Vitória

Tricolor espera contar com a força do estádio para encerrar sequência de quatro jogos sem vencer

Thiago Rabelo, especial para a AE, Estadão Conteúdo

28 Outubro 2016 | 06h00

O Fluminense aposta na volta ao estádio do Maracanã para quebrar a série de quatro partidas sem vitórias. Pela primeira vez na temporada e na busca para retornar ao G-6, o time tricolor atuará no principal estádio do Rio nesta sexta-feira, às 19h30, no duelo contra o Vitória, em jogo válido pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após três derrotas e um empate, o time carioca caiu da quarta para a nona posição, com 47 pontos, dois a menos que o Corinthians, equipe que abre o grupo de classificação para a Copa Libertadores. Também em mau momento pelas quatro derrotas seguidas, o Vitória está na 17.ª colocação, na zona do rebaixamento, com 35 pontos.

Por causa da Olimpíada e da Paralimpíada, o Fluminense transferiu os jogos no Brasileirão para outras quatro cidades: Volta Redonda (RJ), Mesquita (RJ), Cariacica (ES) e Brasília. Com a campanha itinerante, o time decepcionou nos jogos como mandante - tem o 12.º melhor aproveitamento, com 27 pontos nos 16 jogos. De volta ao Rio, os jogadores esperam que o estádio do Maracanã traga melhor sorte nesta reta final.

"O Maracanã é a verdadeira casa do Fluminense, é onde o nosso torcedor está acostumado. Edson Passos (em Mesquita) foi importante, mas todos nós jogadores estávamos esperando esse retorno. Foi um ano complicado, com as viagens e sem poder jogar no Rio. Agora tem um conforto que eu espero que nos ajuda a quebrar esses maus resultados", disse o volante Pierre.

Com a necessidade de vencer quatro dos seis jogos restantes para conquistar a vaga na Libertadores da próxima temporada, o time tricolor retorna ao Rio sob forte pressão. Existia a expectativa para o retorno do goleiro Diego Cavalieri, mas o jogador ainda não está à disposição. Desta forma, o técnico Levir Culpi deve manter a equipe que empatou no fim de semana com o Coritiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.