Sob pressão, Vasco busca reação diante do Vitória na Copa do Brasil

Depois de empate por 1 a 1 no jogo de ida, derrota pode eliminar a equipe carioca da competição

Estadao Conteudo

16 de março de 2017 | 07h35

O Vasco tem um jogo totalmente decisivo nesta quinta-feira. Após uma série de atuações ruins, o time carioca precisa superar o momento difícil diante do Vitória, no Barradão, em Salvador, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Um novo fracasso irá eliminar a equipe da competição.

A sequência de atuações, no entanto, exige cautela. A eliminação para o Flamengo na Taça Guanabara, a classificação sofrida diante do modesto Vila Nova-GO e o empate frustrante contra o Vitória, no jogo de ida, por 1 a 1, aumentaram a pressão sobre Cristóvão Borges. Na partida do último domingo, pelo Campeonato Carioca, o treinador possuía um trunfo: a estreia de Luis Fabiano. Mas o decepcionante empate com o Macaé, time que tinha perdido suas cinco partidas anteriores, só piorou sua situação.

Apesar do momento ruim, o elenco tem defendido o técnico e apostado na superação diante do Vitória. Nenê, por exemplo, chegou a criticar o imediatismo das críticas. "Nosso futebol é imediatista, precisamos de resultados e, quando não vêm, as críticas aumentam, é normal. Não acredito que está tudo ruim", apontou. "Acredito muito nesse grupo, vamos em busca do título da Copa do Brasil."

Se a situação já é complicada, Cristóvão ainda não poderá contar com o meia Wagner, que voltou a sentir dores e sequer foi relacionado. É provável que Guilherme Costa seja o seu substituto. Já o zagueiro Rafael Marques, poupado do duelo contra o Macaé, após sentir dores musculares, viajou com o elenco e deve ser titular.

O Vitória, por sua vez, não contará com Euller, expulso no jogo de ida. Geferson foi confirmado como o seu substituto. Recuperado de lesão no tornozelo, o atacante Paulinho está relacionado, mas deve começar como opção no banco.

Embora possa garantir a classificação mesmo com o empate sem gols, o Vitória promete atacar. "Não vamos entrar em campo pensando na vantagem que temos, até porque, em uma decisão como essa, ela é mínima. Temos que buscar a vitória. Precisamos ter muita eficiência defensiva e não desperdiçar chances. Estamos passando por um bom momento na temporada, e isso dá confiança", comentou o volante Willian Farias.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.