Lucas Merçon/ Fluminense FC
Lucas Merçon/ Fluminense FC

Sob pressão, Vasco quer amenizar crise, e Fluminense tenta manter força sem Odair

Equipe das Laranjeiras faz seu primeiro jogo desde a saída de Odair Hellmann; cruz-maltino não vence há seis jogos

Redação, Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2020 | 14h22

Vasco e Fluminense se enfrentam em situações distintas na tabela do Brasileirão, neste domingo. Às 20h30, em São Januário, os donos da casa necessitam acabar com o jejum de vitórias para tentar sair da zona de rebaixamento. Sob pressão e após cobrança ríspida da torcida, a promessa é de nova postura em campo. Fazendo uma boa competição, o visitante tenta manter a força após a saída do técnico Odair Hellmann para se manter entre os primeiros colocados.

O clássico do primeiro turno foi um divisor de águas e mudou bastante o rumo das equipes. O Fluminense, até então instável, jogou bem e deu mostras que podia ir longe na competição. Justamente o que acontece agora. E o Vasco, que perderá a invencibilidade sob o comando de Ramón, iniciaria a queda livre que hoje culmina com a zona de rebaixamento.

Agora, sob o comando de Ricardo Sá Pinto, o Vasco pretende se vingar daquela derrota para iniciar sua caminhada para a fuga do rebaixamento e, de quebra, atrapalhar os planos do Fluminense de estar na próxima edição da Libertadores.

O treinador português faz seu primeiro clássico no clube após enfrentar a irá de torcedores organizados durante a semana. A invasão do CT por parte de integrantes de uma organizada vascaína foi tensa e Sá Pinto ameaçou sair caso não sentisse segurança. Na verdade, ele está ameaçado de demissão por causa das duas vitórias apenas em 12 partidas no comando da equipe.

Com Cano e Talles Magno no ataque e Benítez na armação, a esperança vascaína se renova. O artilheiro é peça importante na busca por dias melhores e sempre se sobressaiu com o compatriota armando as jogadas. O argentino, inclusive, tomou a palavra no "encontro" com os torcedores e prometeu uma resposta imediata do grupo, com nova atitude em campo.

O Vasco soma 24 pontos, diante de 25 do Sport, que entra em campo mais cedo neste domingo. Além de ganhar, o time necessita que os pernambucanos tropecem diante do Coritiba para sair da zona de rebaixamento.

Disposto a se manter entre os quatro melhores do Brasileirão, o Fluminense faz seu primeiro jogo sem Odair Hellmann, que se transferiu para o Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos. Marcão, então no sub-23, foi confirmado no cargo e terá a missão de manter a boa fase da equipe.

Para a reestreia, já que não é a primeira vez de Marcão no comando dos profissionais, o novo treinador terá de realizar algumas mudanças entre os titulares. Sobretudo na defesa.

Com Calegari servindo a seleção sub-20, Igor Julião volta à lateral-direita. Nino pode retornar à defesa, no lugar de Matheus Ferraz, e o volante Martinelli, machucado, vê Yuri e André disputarem a posição.

O goleiro Muriel está recuperado da covid-19, mas não deve retornar neste domingo. Autor do gol da vitória no clássico do primeiro turno, Fred deve ser opção para o decorrer do jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.