Chapecoense/Site oficial
Chapecoense/Site oficial

Sobrevivente da Chapecoense, Follmann recebe prêmio na Câmara dos Deputados

Ex-goleiro da equipe catarinense ganha o Prêmio Brasil Mais Inclusão

Estadão Conteúdo

20 de setembro de 2017 | 18h42

Sobrevivente do acidente aéreo da Chapecoense e atual embaixador do clube, o ex-goleiro Jackson Follmann esteve nesta quarta-feira em Brasília. Lá, ele foi congratulado com o Prêmio Brasil Mais Inclusão, sinal de reconhecimento dado pela Câmara dos Deputados à pessoa com deficiência.

"O Prêmio é uma homenagem a empresas, entes federados (União, Estados e Municípios), entidades (ONGs, Oscips) ou personalidades que tenham realizado ações em prol da inclusão de pessoas com deficiência ou sejam, elas próprias, exemplos de vida e superação", explica a Câmara.

Follmann havia sido anunciado vencedor do prêmio ainda em agosto, mas só recebeu nesta quarta-feira, na véspera do Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21 de agosto).

Agora com 25 anos, Follmann foi um dos sobreviventes do trágico acidente aéreo da Chapecoense que vitimou 71 pessoas em novembro do ano passado. O goleiro, no entanto, teve parte da perna direita amputada.

Mesmo assim, Follmann sempre foi visto celebrando a sorte de estar vivo e já manifestou o interesse de buscar outro esporte para manter-se em ação. Além disso, se tornou embaixador da Chapecoense e faz parte do dia a dia do clube, até mesmo batendo bola ao lado dos outros jogadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.