Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Sobreviventes participam de treino da Chapecoense antes de jogo da Libertadores

Zagueiro Neto e o lateral Alan Ruschel fizeram trabalho físico

Estadao Conteudo

15 de março de 2017 | 20h30

No último treino da Chapecoense antes da estreia em casa na Copa Libertadores, a equipe catarinense contou com novidades em campo. Dois dos sobreviventes da tragédia aérea de novembro do ano passado, na Colômbia, estiveram em campo na tarde desta quarta-feira para treinar com o grupo, em preparação para o duelo contra o Lanús, nesta quinta, pela segunda rodada do Grupo 7.

O zagueiro Neto e o lateral Alan Ruschel estiveram em campo nesta tarde, mas fizeram somente trabalho físico. E o goleiro Jackson Follmann caminhou com sua prótese na perna direita pelo gramado. Durante a maior parte da atividade, ele permaneceu sentado assistindo ao trabalho dos companheiros.

A presença do trio de sobreviventes ajudou a animar o grupo dos jogadores na véspera da partida contra o atual campeão argentino. "Temos que saber como usar de forma significativa tudo que aconteceu. Pode usar e se abater ou se superar, nós superamos", afirmou o técnico Vagner Mancini, ao fim do treino.

Para o treinador, o time catarinense está amadurecendo rápido após a tragédia ocorrida no fim de novembro. "Hoje estamos muito mais fortes do que no início do ano. Ao longo do processo, muita coisa aconteceu e aprendemos", declarou o treinador.

Apesar da animação dos jogadores e da ansiedade da torcida pela estreia em casa, Mancini tratou de aliviar as expectativas quanto ao primeiro jogo na Arena Condá nesta Libertadores. "Temos que ressaltar que vamos enfrentar o campeão argentino, um time que tem tido muito sucesso, mas estamos confiantes", ponderou.

VÍDEO

Antes de comparecer ao gramado nesta quarta, Jackson Follmann apareceu em vídeo divulgado pela Chapecoense no qual caminha em uma esteira. Esbanjando animação, o sobrevivente da tragédia aérea aparece cantando enquanto faz lenta caminhada, ouvindo música. Follmann poderá se tornar atleta paralímpico futuramente, segundo sinalizou o Comitê Paralímpico Brasileiro nas últimas semanas. Recentemente, ele até testou o vôlei sentado em visita ao CT Paralímpico, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Chapecoensefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.