Ali Haider/EFE
Ali Haider/EFE

Solari minimiza visão europeia e diz que Real dá 'máxima importância' ao Mundial

Equipe espanhola vem de dois títulos mundiais consecutivos e luta para ser o primeiro tricampeão do torneio

Estadão Conteúdo

18 de dezembro de 2018 | 14h58

O técnico Santiago Solari garantiu um Real Madrid totalmente focado na busca por mais um título do Mundial de Clubes. Na véspera da estreia no torneio, contra o Kashima Antlers, quarta-feira, em Abu Dabi, o treinador espanhol exaltou a importância de mais uma conquista, que seria sua primeira no comando da equipe.

"Damos máxima importância (ao Mundial) porque para chegar aqui é preciso fazer um caminho muito grande. O Real teve que ganhar a Liga dos Campeões, e este grupo de jogadores conseguiu. É um feito extraordinário. Temos que agradecer e vamos tentar revalidar o título", declarou nesta terça-feira.

O Real vem de dois títulos mundiais consecutivos e luta para ser o primeiro tricampeão. Apesar disso, o próprio Solari admitiu que os europeus tendem a diminuir a importância do torneio, principalmente em relação aos sul-americanos. Por ser argentino, porém, o treinador destacou a motivação por disputar a competição.

"Dar um valor menor ao Mundial é um ponto de vista europeu. Mas sou um fiel seguidor deste torneio e sempre gostei dele, desde pequeno. Quando tinha 13, 14 anos e ele era jogado em Tóquio, escapava do colégio para vê-lo. Não subestimaria nenhum rival e espero que desfrutemos, porque é uma competição preciosa", avaliou.

Em busca de mais um título mundial, o Real terá pela frente um velho conhecido, afinal, duelou com este mesmo Kashima Antlers na final do torneio em 2016. Na ocasião, o time espanhol foi surpreendido, sofreu bastante e só conseguiu a vitória na prorrogação. Agora, Solari espera ainda mais dificuldade.

"O Kashima é uma equipe que tem mais experiência do que há dois anos. Na época, era o campeão japonês, mas agora é campeão da Ásia. A maioria dos jogadores permaneceu, com algum estrangeiro de qualidade. É uma equipe rápida, dinâmica, que joga um futebol direto e com atacantes velozes. Será um rival digno e esperamos uma partida bonita", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.