Martin Rickett/AP
Martin Rickett/AP

Solksjaer nega ida de Pogba ao Real: 'Ele está feliz no Manchester United'

Técnico afirma que jogador francês não pretende se transferir para a equipe espanhola

Redação, Estadão Conteúdo

01 de abril de 2019 | 12h26

A volta de Zinedine Zidane ao comando técnico do Real Madrid fez crescer nos últimos dias as especulações sobre contratações do clube espanhol para a próxima temporada. Um dos nomes citados é o do meia Paul Pogba, mas o treinador norueguês Ole Gunnar Solskjaer garantiu nesta segunda-feira que o francês está feliz no Manchester United.

"O Paul (Pogba) está feliz no Manchester United, está jogando bem", afirmou o técnico, em entrevista coletiva na véspera do jogo contra o Wolverhampton, fora de casa, pelo Campeonato Inglês, depois que o meia francês afirmou que jogar no Real Madrid "é um sonho para todos os jogadores, especialmente com Zidane como treinador".

"Não gosto que os jogadores falem de outros clubes, mas ele estava com a seleção (francesa). É um contexto diferente. O Paul é um homem amável e educado, que respondeu a uma pergunta sobre Zidane, que é um ícone na França e um treinador fantástico. Vai ser uma peça fundamental do projeto que estamos criando e isso não mudou absolutamente nada", acrescentou Solskjaer, que foi efetivado na semana passada no cargo de técnico do Manchester United.

Além de Pogba, Solksjaer está determinado em manter o atacante Marcus Rashford em Manchester, dizendo que a dupla é vital para seus planos de construir um time "merecedor da história do clube". "Eles são vitais para o nosso futuro. Você tem muitos jogadores em volta dos quais que você pode construir um time e esses são dois dos quais você me perguntou", disse.

Desde que Solskjaer assumiu como interino em dezembro no lugar do português José Mourinho, Pogba tem tido mais liberdade e flexibilidade tática para se tornar um dos jogadores mais importantes do Campeonato Inglês, com oito gols e seis assistências. Rashford, neste período, também balançou as redes em oito oportunidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.