?Somos favoritos?, diz Marcelinho

A goleada do Corinthians sobre a Portuguesa por 5 a 2, na sétima vitória consecutiva da equipe sob o comando do técnico Wanderley Luxemburgo, empolgou a torcida e o meia Marcelinho, um dos destaques da partida. O craque corintiano começa a acreditar na classificação do time e manda até um recado para os adversários. "Estamos chegando, e se o Corinthians classificar vai complicar. Somos favoritos ao título", afirmou Marcelinho, logo após o fim do jogo. "Foi uma grande atuação da equipe, que nos leva a pensar na próxima fase do Paulista." Marcelinho fez o último gol da partida, que deu o golpe final no time da Portuguesa, logo após o time do Canindé ter feito seu segundo gol, de pênalti. Além do gol, Marcelinho criou outras jogadas de efeito como um chapéu em Irênio, e um drible desconcertante em Cléber, obrigando o adversário a cometer falta e levar cartão amarelo."Todo mundo jogou bem, mas o nosso maestro é o Ricardinho. Ele comandou a vitória", disse Marcelinho.Luxemburgo comemorou o resultado, que põe o Corinthians na zona de classificação. Mesmo assim, o treinador prefere manter ainda cautela sobre o futuro da equipe na competição. "Se o campeonato tivesse terminado hoje, o Corinthians estaria classificado. Mas ainda tem muita coisa para acontecer. Agora, só depende de nós para ficar com a vaga, mas a responsabilidade aumenta, porque criamos a expectativa da classificação", disse o treinador.Luxemburgo elogiou a atuação da Portuguesa, principalmente o treinador Candinho, seu ex-auxiliar na seleção. "Ele fez mudanças na sua equipe, que influenciaram no rendimento durante o jogo. O adversário obrigou Maurício a fazer grandes defesas." O técnico do Corinthians dedicou a ascensão da equipe ao empenho dos jogadores. O treinador disse que fez seguidas reuniões com o elenco, no sentido de que os atletas voltassem a ter confiança no futebol de cada um. "Desse mesmo grupo de jogadores, eu levei uns seis para a seleção, e a maioria do time foi campeã mundial. Será que eles haviam esquecido como se joga? Não, claro que não, era preciso dar a eles condições para que voltassem a jogar com vontade e alegria, como está ocorrendo", disse Luxemburgo.O atacante Luizão reapareceu no time e fez um gol. Saiu machucado no segundo tempo, mas garantiu que não pretende se poupar na partida decisiva contra o Goiânia, quinta-feira, no Pacaembu, pela Copa do Brasil. "Hoje meu joelho está doendo muito", disse Luizão, após a partida."Mas seu tiver com uns 60 por cento de condição entro em campo", garantiu o atacante, que está atuando com um seguro, por causa da sua negociação para o Borussia Dortmund, da Alemanha.O lateral-esquerdo André Luis ressaltou que, pela primeira vez na competição, Luxemburgo abordou como tema na palestra com o time a chance de classificação. "Ele nos disse que o jogo era a arrancada para o time obter a vaga. Nos conseguimos entender sua mensagem e o time lutou mesmo", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.